Blog de JOSE AMAURI DANTAS -- novembro 2012 Arquivo (1)

SOU DO TEMPO EM QUE NÃO SE GASTAVA UM “EU TE AMO” À TOA

Sim, não se surpreendam, apesar de ser bem mais novo que o Roberto Carlos, lá na Corujinha era assim.



Jamais ouvi minha mãe, avós e tias dizerem “eu te amo”, mesmo sendo mulheres, imaginem os homens? E como amavam... E se disseram isso, foi entre quatro paredes, ou mais.



A gente não dizia “eu te amo” nem para as namoradas e quando escapava um, era um “Deus nos acuda”, já que a libido sempre foi igual e, aqui acolá, um cabra bulia com uma donzela e casava na marra com ela.… Continuar

Adicionado por JOSE AMAURI DANTAS em 17 novembro 2012 às 9:00 — Sem comentários

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço