Blog de Euripedes Ribeiro de Sousa -- julho 2011 Arquivo (5)

SOLAMENTE UNA VEZ

SOLAMENTE UNA VEZ

 

Se os fatos se tivessem passados no Rio, poderíamos começar o relato, com as palavras da canção que Moreira da Silva cantava: na gafieira segue o baile calmamente, com muita gente dando volta no salão, tudo vai bem, mas eis porém que de repente... Mas... não...nenhum deles era carioca. Nem siquer brasileiros. Eram…

Continuar

Adicionado por Euripedes Ribeiro de Sousa em 31 julho 2011 às 20:39 — 2 Comentários

SOMENTE INSTINTO

 









SOMENTE INSTINTO

 

Nas entranhas, o que eu sentia,

seria amor, quando te via?

Sentir uma ânsia que…

Continuar

Adicionado por Euripedes Ribeiro de Sousa em 29 julho 2011 às 23:40 — 7 Comentários

OS "ENTA"

 Quando se entra nos enta,

Pra parar, tudo se tenta.

Querendo chegar aos noventa,

Mas sem sair dos quaerenta!

 

Sem jeito! É oito ou oitenta!

Sexo, apenas se tenta.

Cansado, a gente se senta,

Pois, por cento, só cinquenta!

Adicionado por Euripedes Ribeiro de Sousa em 21 julho 2011 às 22:30 — 1 Comentário

APENAS UM SONHO

APENAS UM SONHO

Que assombro! Que lindo! O quê é aquilo?

Nem mesmo a Venus de Milo,

Tem tão…

Continuar

Adicionado por Euripedes Ribeiro de Sousa em 10 julho 2011 às 12:45 — Sem comentários

ERÓTICO E SENSUAL

 

TUACONTA

 

Loira, ruiva ou morena,

Se para ti ela acena,

Não desmonta!…

Continuar

Adicionado por Euripedes Ribeiro de Sousa em 8 julho 2011 às 12:54 — Sem comentários

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço