Blog de Maria Luiza Silveira Teles -- junho 2010 Arquivo (1)

DOR DE AMOR



Sou como uma andorinha triste

Em dias sem primavera...

Como aquela nuvem sozinha

Que o dia está a nublar

O amor em meu peito fez ninho

A nuvem se vai com o vento

Mas o amor não conhece o tempo.

O tempo revela o avesso

Desta alma desalentada

Que vive embriagada

De uma saudade tão doída

De uma vida sem alegria...

Ah, como quisera esquecer

Esta dor que me esmaga o peito

Mas este é um mal sem… Continuar

Adicionado por Maria Luiza Silveira Teles em 12 junho 2010 às 17:32 — Sem comentários

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço