Portal Luis Nassif

Por que das diversidades de ‘Climas’... Dentro do ‘Planeta Terra’?

Sabe-se que dentro da ‘Grandeza Cosmológica’...Que o Planeta Terra está contido...A ‘Terra’, não passa de um ‘Grão de Areia’...Em ‘Suspensão no Universo’!...E o ‘Sol’, o nosso ‘Astro Rei’...Emite ‘Calor...E Energia’...’Igualmente’ para todo ‘Sistema Solar’...Da nossa ‘Galáxia’...A ‘Via Láctea’...Entretanto, em conseqüência de fatores variados, a diversidade climática da ‘Terra’... É muito grande... Dentre eles, destaca-se a fisionomia geográfica, a extensão territorial dos ‘Continentes...

 

Os seus relevos e a dinâmica das massas de ar...Este último fator é de suma importância porque atua diretamente tanto na temperatura quanto na pluviosidade, provocando as diferenciações climáticas regionais continentais espalhadas pelo o Mundo afora...As massas de ar que interferem mais diretamente são a ‘Equatorial’ (continentais e oceânicas), a tropical (continentais e oceânicas) e as ‘Polares Oceânicas’...Então diante, destas inúmeras ‘Variáveis Climáticas’...O Planeta Terra, possui ‘Diversos Climas Regionais...

 

Agora, entretanto,  mesmo dentro de alguns ‘Climas Microrregionais’...Existem ‘Pluviosidades Diferenciadas’...Como por exemplos...Nas ‘Ilhas do Havaí(EUA)...Tem local que chove 11.000mm...Enquanto que, em outras localidades desta ‘Ilhas  Havaí(EUA)...Só chove 450mm...Então, como explicar isto?...

No ensejo assista a esse vídeo:

Pedro Severino Entrevista Revista Nordeste.

https://www.youtube.com/watch?v=BYD2VJXX0MU

 

Diante disto... Ao meu ver...Existem outros exemplos:

 

1 – Mar Morto:

Tudo Sobre o Mar Morto

http://meioambiente.culturamix.com/natureza/tudo-sobre-o-mar-morto

 

 

Lago de sal situado na fronteira com a Jordânia, a Leste e Israel e Oeste da Cisjordânia. Sua superfície e margens estão 423 metros (1.388 pés) abaixo do nível do mar, mais baixo da altitude da Terra. Ele possui 377m de profundidade, o mais profundo lago de hipersalina do mundo. Com 33,7% de salinidade, é também um dos mais salgados corpos mundiais de água.

 

Lago de sal situado na fronteira com a Jordânia, a Leste e Israel e Oeste da Cisjordânia. Sua superfície e margens estão 423 metros (1.388 pés) abaixo do nível do mar, mais baixo da altitude da Terra. Ele possui 377m de profundidade, o mais profundo lago de hipersalina do mundo. Com 33,7% de salinidade, é também um dos mais salgados corpos mundiais de água.

A chuva é quase 1.000 mm por ano na parte norte do Mar Morto, e apenas 50 mm na parte sul. A zona de aridez formou o efeito das colinas da Judéia. O planalto Leste do Mar Morto recebe mais chuva do que o Mar Morto em si. Ao oeste, as Colinas da Judéia sobem menos fortemente e são muito mais baixas do que as montanhas a Leste. Ao longo do lado Sudoeste acontece a formação chamada de Monte Sodoma.

História Natural do Mar Morto

Há duas hipóteses em disputa sobre a origem da baixa altitude do Mar Morto. A hipótese mais velha é que ele se encontra em uma zona de verdade. A hipótese moderna sugere que a bacia do Mar Morto representa consequência da descontinuidade ao longo do Mar Morto, criando uma extensão da crosta com subsidência.

O vale do rio Jordão foi repetidamente inundado por águas do Mar Mediterrâneo. As águas formaram baía estreita e torta, que foram ligadas ao mar através do que é agora o Vale de Jezreel. As inundações do iam e vinham, variando conforme longa escala de mudança climática. Foram depositadas camas de sal com 3 km de espessura. Aproximadamente dois milhões de anos atrás, a terra entre o Vale do Rift e do Mar Mediterrâneo aumentou a tal ponto que o mar já não podia inundar da área. Assim, a longa baía se tornou um lago.

 

Transposição de água do mar Vermelho pode salvar mar Morto da extinção

ttps://www.curioso.blog.br/post/transposicao-agua-mar-vermelho-salvar-mar-morto-extincao/

 

Pensa que só no Brasil há projetos polêmicos de transposição? No Oriente Médio, um acordo recém-assinado que prevê a transposição de água do mar Vermelho para o mar Morto também está dando o que falar.

Tudo começou há alguns anos com a constatação de que o mar Morto está fazendo jus ao nome e, até 2050, pode desaparecer para sempre. Considerado a maior depressão do planeta, o lago passa por um processo acelerado de evaporação. Em 40 anos, seu volume de água caiu dois terços – e essa perda pode se intensificar, à medida que a temperatura na região aumentar por conta do aquecimento global.

2 - O PORQUÊ DA MICRORREGIÃO DE CAJAZEIRAS NA PARAÍBA... AINDA SER CHUVOSO?

http://pedroseverinoonline.blogspot.com.br/2012/05/o-porque-da-micr...

 

Partindo de pressupostos (se conjectura... Pois, não existe “Estudo Científico”...Para defender a Tese)...De que o ciclo hidrológico, ou seja, todas as chuvas dos ecossistemas terrestre, decorre oriundo do calor do interior do magma terrestre...Além, de todas as intempéries da natureza terrestre.

Entretanto, ao meu vê, quando vêm ocorrer uma maior intensidade de calor oriundo do interior da terra. Aonde vem aumentar as atividades vulcânicas continentais e submersas nos mares e oceanos...Além, de aumentar também, uma maior intensidades das colisões das placas tectônicas...Que vêm por conseqüências, intensificar, os abalos sísmicos (terremotos, maremotos e tsunamis).

Afora também, de aumentar a evapotranspiração...Decorrente do aumento do calor do lençol freático(água subterrânea)... Decorrente  do calor do interior do magma terrestre... Devido encontrar camadas de combustão favorável ao aumento deste calor, oriundo do magma do interior da terra...Exemplo, jazidas de petróleos espalhadas pelos  mundo inteiro, exemplo, as jazidas do pré-sal brasileiro, vide link sobre 

http://pedroseverinoonline.blogspot.com.br/2011/01/os-provaveis-imp...

(OS PROVÁVEIS IMPACTOS DA EXPLORAÇÃO DO PRÉ-SAL NO MEIO AMBIENTE).

 

Partindo de pressupostos (se conjectura... Pois, não existe “Estudo Científico”...Para defender a Tese)...De que o ciclo hidrológico, ou seja, todas as chuvas dos ecossistemas terrestre, decorre oriundo do calor do interior do magma terrestre...Além, de todas as intempéries da natureza terrestre.

Entretanto, ao meu vê, quando vêm ocorrer uma maior intensidade de calor oriundo do interior da terra. Aonde vem aumentar as atividades vulcânicas continentais e submersas nos mares e oceanos...Além, de aumentar também, uma maior intensidades das colisões das placas tectônicas...Que vêm por conseqüências, intensificar, os abalos sísmicos (terremotos, maremotos e tsunamis).

Afora também, de aumentar a evapotranspiração...Decorrente do aumento do calor do lençol freático(água subterrânea)... Decorrente  do calor do interior do magma terrestre... Devido encontrar camadas de combustão favorável ao aumento deste calor, oriundo do magma do interior da terra...Exemplo, jazidas de petróleos espalhadas pelos  mundo inteiro, exemplo, as jazidas do pré-sal brasileiro, vide link sobre http://pedroseverinoonline.blogspot.com.br/2011/01/os-provaveis-imp...

(OS PROVÁVEIS IMPACTOS DA EXPLORAÇÃO DO PRÉ-SAL NO MEIO AMBIENTE).

 

E aquecer mais as águas dos mares e oceanos... E a evapotranspiração nos continentes...Decorrente do aquecimento das águas  dos aqüíferos e todos os lençóis freáticos existentes na hidrosfera terrestre. Favorecendo as evapotranspirações continentais...E conseqüentemente, favorecendo a formação de chuvas.

Uma inconteste prova de que o aumento do calor do lençol freático(água subterrânea) vêm aumentar a evapotranspiração. É a microrregião de Cajazeiras-PB, que compreende os municípios de Cachoeira dos Índios, Cajazeiras, Bom Jesus e Santa Helena,  localizados no Sertão da Paraíba...No extremo oeste divisa com Estado do Ceará...Pois, segundo, série histórica de monitoramento de índices de chuvas da AESA(Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba)...Deste 1995 até 2012. Mostra os  altos índices de chuvas nesta mencionada microrregião de Cajazeiras.

Então diante disto, abordado anteriormente, vamos a série histórica de monitoramento de índices de chuvas da AESA, deste 1995 até 2012. Para se mostrar esta realidade dos altos índices de chuvas nesta microrregião de Cajazeiras.

 

Eis os anos... E seus respectivos  índices de chuvas:

1995 - Cajazeiras (961,9mm)
1996 - Cajazeiras/Eng. Ávidos (1.382,5mm)

1997 - Cajazeiras (1.151,3mm )

1998 - Cachoeira dos Índios/Balanços (683,2)

1999 - Cajazeiras/Eng. Ávidos (1.169,0mm )

2000- Bom Jesus (1.386,2mm )

2001 - Cachoeira dos Índios/Balanços  (902,9mm )

2002 - Bom Jesus (1.011,0mm )

2003 - Cajazeiras/Lagoa do Arroz (1.005,6mm )

2004 – Bom Jesus (1.308,5mm  )

2005 - Cajazeiras/Lagoa do Arroz (830,2mm)

2006 - Cajazeiras (1.232,8mm)

2007 - Cajazeiras (885,0mm)

2008 - Cajazeiras (1.824,0mm)

2009 - Cajazeiras (1.535,6mm )

2010  - Cajazeiras (792,5mm)

2011   -  Cajazeiras (1.723,0mm)

*2012 -Cajazeiras (525,7mm )* Segundo, a grande mídia nacional, um dos anos mais seco...Dos últimos 40 anos...Aqui no semi-árido do Nordeste do Brasil.

 

Fonte: AESA- Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba. http://site2.aesa.pb.gov.br/aesa/monitoramentoPluviometria.do?metodo=listarAnosChuvasAnuais

 

Pelo visto, índices estes, relacionados acima... Como

 2004 – Bom Jesus (1.308,5mm).

 2006 -  Cajazeiras (1.232,8mm).

 2008 -  Cajazeiras (1.824,0mm).

 2009 -  Cajazeiras (1.535,6mm).

 2011   -  Cajazeiras (1.723,0mm).

 

Gira(mais ou menos ) entorno da média pluviométrica do litoral Nordeste do Brasil...Que é de 1.630,7mm

 

Aqui em ordem alfabética, relacionados(suas respectivas médias pluviométricas no litoral   do Nordeste por Estado):

Aracaju(SE) – 1.590mm

João Pessoa (PB) - 1.745,83mm

Fortaleza(CE ) – 1.600mm

Foz do rio Parnaiba-(PI) – 1.600mm

Maceió(AL) – 1.677,2mm

Natal(RN) –  1.551,7 mm

São Luis (MA) – 1.650mm.

 

  • Neste balanço hidrológico, sobre os índices pluviômetros do litoral nordestino, exclui  Recife(PE) -  2.458 mm e Salvador(BA) – 2.100mm. aonde farei comentários à parte, logo abaixo:

 

Comentário à parte:

 

 

  • Recife(PE) -  2.458 mm...Recife, conhecida pela Veneza Brasileira...  Por se localizar entre as fozes do rios Capibaribe e Beberibe...formando uma cadeia de mangues e estuários...Susceptíveis, a intensa evapotranspiração...Corroborando com tudo...Por conseqüência, como efeito dominó...Veio formar sua zona da mata...Aumentando ainda mais, a evapotranspiração...formadora de intensas chuvas no litoral Pernambucano.

 

 

 

Salvador(BA) – 2.100mm...Por estar circundado pelo o oceano Atlântico...E principalmente, pela  “Baia de todos os Santos”...Onde esta referida “Baia de todos os Santos...Possuir suas águas, permanentemente, mansas e mornas(temperatura média de  temperatura média de 24,5 graus centígrados)... Com abundante vegetação tropical em seu entorno...Suscetível a intensa evapotranpiração...Formando o recôncavo baiano(o Recôncavo baiano é a região geográfica localizada em torno da Baía de Todos-os-Santos, abrangendo não só o litoral mas também toda a região do interior circundante à Baía.

Recôncavo baiano é a região geográfica localizada em torno da Baía de Todos-os-Santos, abrangendo não só o litoral mas também toda a região do interior circundante à Baía.

 

 

                                  Mapa da Baía de Todos os Santos

 

O Recôncavo inclui a Região Metropolitana de Salvador, onde está a capital do estado da Bahia, Salvador. As outras cidades mais importantes são: Santo Antônio de JesusCandeiasSão Francisco do CondeMadre de DeusSanto AmaroCachoeiraSão FélixMaragojipe e Cruz das Almas.A região é considerada muito rica em petróleo. Com índice pluviométrico alto, de entorno de 1.600mm...considerado alto...Por ser uma microrregião, encravada em pleno semi-árido do Nordeste do Brasil.

 

Então, diante desta realidade de alto índices de chuvas na microrregião de Cajazeiras, pelo visto, na série histórica de monitoramento de índices de chuvas da AESA, deste 1995 até 2012...

 

Indubitavelmente,  vem se  levantar o questionamento...

 

(O PORQUÊ DA MICRORREGIÃO DE CAJAZEIRAS NA PARAÍBA...

AINDA SER CHUVOSO?)

 

Considerando que o “Ciclo hidrológico”, for mesmo, decorrente do calor oriundo do magma interior da terra, como imagino, pois, ainda não existe “Tese Cientifica”... Aonde este referido fenômeno da intempérie da natureza... Que por conseqüência, ocorrem os abalos sísmicos (terremotos, maremotos, tsunamis, atividades vulcânicas, entre outros fenômenos naturais)...Formador do ciclo hidrológico...Está mais do que confirmado....( O PORQUÊ DA MICRORREGIÃO DE CAJAZEIRAS NA PARAÍBA...

AINDA SER CHUVOSO).




Tudo isto abordado anteriormente,( O PORQUÊ DA MICRORREGIÃO DE CAJAZEIRAS NA PARAÍBA...AINDA SER CHUVOSO)...É  por que, a microrregião de  Cajazeiras - PB, está encravada literalmente em cima do ainda abundantes lençol freático  das nascentes nas  sub-bacias  dos rios : Alto Piranhas e  do Rio do Peixe, sub-bacias estas pertencentes a Bacia Hidrográfica do Rio Piancó(Resolução 399/2004, ANA - Agência Nacional de águas)...Estas respectivas nascentes das  sub-bacias dos rio alto Piranhas e do rio do peixe...Por  possuírem  um relevo, o melhor, os sub-leitos de seus relevos com formação geológicas com caracterização arenosa...Além, do que, o Açude eng. Ávidos, segundo, Segundo o engenheiro, a parede da barragem de Boqueirão foi construída em cima de uma falha tectônica que tem provocado diversas fraturas já detectadas inclusive pelo DNOCS como rachaduras, buracos e lesões que demonstram os problemas gerados pela pressão da água na parede do manancial.

 

O fato do DNOCS liberar constantemente as comportas evitando que a capacidade da barragem chegue próximo do máximo, comprovam que o órgão tem conhecimento dos perigos que corre o açude e principalmente de algumas cidades, distritos e comunidades da região como Sousa, e São Gonçalo por exemplo, que poderiam desaparecer caso uma catástrofe aconteça, disse o engenheiro.

 

“Como é que um estado que é carente de água pode se dar ao luxo de desperdiçar cerca de 100 milhões de metros cúbicos, como se vem fazendo nos últimos vinte anos? Indagou o engenheiro, insinuando que a atitude tomada pelo DNOCS nos últimos tempos já são baseadas nessa teoria de que o açude não suportaria uma capacidade próxima do máximo, vindo a arrombar.

 

Dr. Catonho Braga conclamou a população que cobre providências por parte dos governos e torcer para que o pior não aconteça antes.

 

Fonte: http://www.blogdofurao.com/blog/?p=51651

 

 

 

 

 

Não é a toa que a própria  “Serra”...Que as circundam leva o nome de “Serra da Areia”...Pelo visto, abordado acima, aumenta em muito a  infiltração das chuvas nesta microrregião de Cajazeiras...E conseqüentemente, favorecendo a evapotranspiração, favorável a formação de chuvas...E além do mais, partindo do pressuposto, que a existência de jazidas petrolíferas, serve de combustão para se aumentar o calor oriundo do magma do interior da terra... E esta referida microrregião de Cajazeiras...É literalmente, circundada pela pré-existente(pois, ainda está em estudo) a área petrolífera das Várzeas de Sousa...localizada nas nascentes da sub-bacia do Rio do Peixe...Entre os municípios de Bom Jesus-PB e Santa Helena-PB.

 

Diante de todo isto, abordados acima. Podes afirmar que:

 

A MICRORREGIÃO DE CAJAZEIRAS NA PARAÍBA...

AINDA É CHUVOSO....

 

 

 

P.S( PÓS ESCRITO): E se existem outras localidades no Semi-árido do Nordeste Brasil, similares a  microrregião de Cajazeiras. Não será mera coincidência. E sim, similaridades... Em Causas e efeitos.  

 

 

 

DO ESCRITOR:

PEDRO SEVERINO DE SOUSA

CONTATO: (83)96657984

JOÃO PESSOA( PB), 12.05.2012

 

Exibições: 12

Comentário de Nena Noschese em 4 dezembro 2017 às 11:38

Excelente alerta analítico sobre a questão do clima internacional, apesar de nunca haver me preocupado com isso pois, não é a minha área, agradeço a informação.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2017   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço