Vital no contrabaixo, Edu da gaita, Luciano na bateria, Chiquinho do Acordeom, Luís Bandeira no pandeiro, ZÉ MENEZES na guitarra e Radamés (de costas), ensaiam para a viagem à Europa em 1959, observados por Aída Ganattali.

Onipresente em várias gerações e estilos da MPB (choro, samba, baião, bossa nova, frevo...), o cearence da cidade de "Jardim", nascido em 06/09/1921, logo muda-se para Juazeiro e, aos oito anos, começa a tocar cavaquinho em cinemas, na orquestra do professor Arlindo Cruz e na banda da cidade. Com onze anos segue para a capital - Fortaleza - e atua como violonista na Ceará Rádio Clube.

Desembarca no Rio de Janeiro em 1943, atuando, primeiramente, na Rádio Mayrink Veiga e quatro anos depois, em 1947, é contratado pela Rádio Nacional (sonho de todo artista da época), formando dupla com Garoto no programa "Nada além de dois minutos", onde permaneceu por duas décadas, atuando também, como solista acompanhando com a Orquestra da Rádio grandes artistas da época.

Integrou o virtuosístico Quarteto (depois quinteto, sexteto) liderado pelo maestro Radamés Gnattali, participando da excursão do sexteto, em 1959, à Inglaterra, França, Itália, Portugal e Alemanha. Segundo o escritor e músico Henrique Cazes, essa viagem foi repleta de passagens curiosas. Na véspera da estréia em Portugal os músicos foram visitar o Santuário de Fátima. No retorno o tempo fechou e despencou uma baita chuva. O mais atingido pela inevitável gripe foi Zé Menezes, tendo febre alta no dia da estréia. O médico, visando uma melhora imediata, decidiu pela aplicação de supositório. Mas quando Zé Menezes viu o tamanho avantajado do supositório, "demonstrando seu cabra-machismo típicos dos nordestinos, saiu corendo enrolado num cobertor, fugindo do médido e do remédio".

Exímio instrumentista, gradativamente, foi destacando-se como compositor. Em 1948 teve sua primeira composição gravada, o samba "Nova ilusão", em parceria com Luís Bittencourt, lançando pelo grupo "Os Cariocas" e, posteriormente, regravado por Francisco Alves e D*** Farney.

No início da década de 1960, junto a Orquestra da Rádio Nacional, foi o primeiro a executar a abertura da série dos "Choros de Villa-Lobos". Ainda nessa década até 1971, lançou o primeiro de uma série de LPs gravados com seu Conjunto 'Os Velhinhos Transviados".

Com a implantação da TV Globo, acompanha o maestro Radamés Gnattali, atuando como produtor, arranjador e primeiro guitarrista da Orquestra da Globo. É o autor da famosa abertura do programa 'Os Trapalhoes".

Recentemente seu CD "Zé Menezes Autoral - Gafieira Carioca" recebeu o selo ABZ Digital, indicado nas categorias de melhor arranjo e instrumental do 6º Prêmio Rival Petrobrás - 2007. Além do próprio Zé Menezes (guitarra/violão tenor/viola de dez cordas), contou com a participação de excelentes músicos: Marcelo Caldi (piano/acordeom), Marcello Gonçalves (violão 7 cordas), Daniella Spielmann (sax soprano e alto/flauta), Zé Carlos Bigorna (sax tenor/flauta), Vander Nascimento (trompete), Sérgio de Jesus (trombone), Lê Matos (cavaquinho), Luís Louchard (baixo), Fernando (bateria), Beto Cazes (percussão), além das participações especiais de Carlos Malta (flauta em dó) e Nicolas Krassik (violino).

Hoje aos 87 anos, em plena atividade, continua tocando, compondo, gravando e encantando a todos nós com sua arte de compositor e multinstrumentista (guitarra, banjo, violão, viola, violão tenor, cavaquinho e bandolim). Quando indagado sobre o instrumento que mais gosta diz, "instrumento é que nem filho, quando está no colo, é o preferido".

Por tudo isso, e muito mais, o nosso grande Zé Menezes é uma das lendas vivas da Música Popular Brasileira.

Laura Macedo

Exibições: 194

Comentário de Helô em 25 agosto 2008 às 23:49
Só recentemente, ao fazer um post no blog, conheci Chiquinho do Acordeom e o Trio Surdina. Mas quando passo aqui vejo que ainda tem muita coisa boa pra aprender e ouvir. Que bom! A vida é um constante aprendizado.
Bjs.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço