Minhas mãos já viveram
os sustos, os tiques,
os vultos, os quiches,
os paradoxos, os drinques,
as carnes e as expedições..

Minhas mãos já viveram
as convicções e as partidas,
os temperos e as desmedidas,
as verdades e as mentiras,
pois enxurram-me poetas,

pelos becos sem saídas.



Nina Araújo.

Exibições: 20

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço