Evo Morales é obrigado a fazer escala de helicóptero no Brasil


da Folha Online

O presidente da Bolívia, Evo Morales, foi obrigado a fazer uma escala em território brasileiro para conseguir voltar a La Paz depois que manifestantes tomaram três aeroportos no departamento amazônico de Beni (norte), revelam Eliane Cantanhêde e Fabiano Maisonnave e reportagem publicada na Folha desta quinta-feira (íntegra para assinantes do UOL e do jornal).

O incidente ocorreu quando Morales visitava a cidade de Cachuela Esperanza, aonde chegou de helicóptero. Enquanto estava ali, oposicionistas ligados ao Comitê Cívico Pró-Beni, controlado por empresários, tomaram três aeroportos da região, localizados nas cidades de Guayamerín, Riberalta e Trinidad.

Como Morales não podia trocar o helicóptero por um avião em território boliviano para chegar a La Paz, o governo boliviano pediu no final da tarde autorização ao Brasil para usar a pista de Guajará-Mirim, no Estado de Rondônia.

Em nota à imprensa, o governo boliviano não confirmou os incidentes. Disse só que Morales foi ao Brasil "por razões de segurança". O presidente teria decolado rumo a La Paz às 23h30 de Brasília.

O presidente boliviano enfrenta forte crise com Estados governados pela oposição --Santa Cruz, Tarija, Pando, Beni e Chuquisaca.

Em 10 de agosto ele foi referendado no poder com apoio de 67,4% dos eleitores. Em seis dos nove Departamentos do país, Morales garantiu sua permanência no cargo até o fim do mandato. A gestão de Morales só foi rejeitada em Beni, Santa Cruz e Tarija.

Morales tentou retomar o diálogo com a oposição, mas não avançou. O novo motivo de disputa é o projeto da nova Constituição que o presidente ameaça enviar a referendo mesmo sem a aprovação da oposição.


Comentário:

Não há em nenhum momento menção sobre o comportamento golpista e antidemocratico da oposição boliviana, apenas cita-se que o presidente enfrenta dificuldades. São dois pesos e duas medidas diferentes, imagine se fosse um presidente não enquadrado como "neopopulista"??

Exibições: 29

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço