"O crítico de música, cientista social e escritor inglês Norman Lebrecht estréia como colunista da CULT. Ele nasceu em Londres, em 1948, é colunista do jornal inglês The Daily Telegraph, tem um programa semanal na BBC Rádio 3 e escreve no London Evening Standart.


Conhecido por ser implacável nas suas críticas a maestros e agentes do meio, como a indústria fonográfica, suas informações causam polêmica, mas jamais são contestadas. Seus livros já foram traduzidos para mais de 17 países, sempre com muito sucesso. Em 2002, Lebrecht recebeu o prestigiado prêmio literário britânico Whitbread".



Sua matéria de estréia (CULT - nº 129 - Outubro/2008), "Como o YouTube encolheu o mundo dos clássicos", é bem interessante, já que o site, segundo ele, possibilita acesso a verdadeiras raridades da música erudita.

"Desde que comecei a ficar viciado no YouTube no começo deste ano, virei uma espécie de repositório de trivialidades sobre música e, ao mesmo tempo, um aventureiro em explorar novas rotas de pesquisa... Aos poucos, venho controlando meu vício... Mas onde poderia encontrar uma chanson francesa qualquer? Ou os cantos fúnebres gregos? Ou os quartetos de cordas de Alexander von Zemlinsky? Ao que tudo indica a música foi transformada por esse pequeno milagre da rede".

Vale a pena conferir seu texto, na citada Revista.

Exibições: 54

Comentário de Helô em 24 outubro 2008 às 0:39
Oi, Laura
Vou comprar a Cult amanhã! Concordo inteiramente com o que ele diz e hoje mesmo estava comentando algo semelhante com um amigo. Sou viciadona no YouTube e acho que foi uma verdadeira revolução na rede. Ótima dica!
Beijos.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço