6 Sonetos De Walter Benjamin * Antonio Cabral Filho - Rj

6 SONETOS
* * *
Sinopse Biográfica
*
Walter Benjamin escreveu um ciclo de 73 sonetos  entre 1915 e 1925, isto é, entre os seus 23 e 33 anos. Os poemas são dedicados ao seu amigo Friedrich C. Heinle, um poeta de 19 anos, e à companheira deste, Rika Seligson, que se tinha suicidado em 1914, pouco depois de começar a primeira guerra mundial, (...)
*
Os textos foram descobertos na Bibliothèque Nationale de Paris, em 1981, com outros manuscritos que Benjamin confiara a George Bataille, em 1940, pouco antes de, por sua vez, se suicidar, e que ali tinham sido depositados, (...)
*
Nesta sequência sobre a morte, em grande parte escrita durante os anos da guerra, depara-se-nos como uma rejeição da violência, levando à integração da morte no ato poético, “como normalidade”, (...)
*
O patético desta obra não está apenas em o autor não ter chegado a revê-la e a organizá-la definitivamente, por ventura reduzindo-a em extensão e aumentando-lhe desse modo a eficácia estética, pois há toda uma série de sonetos muito belos. Está também em ela ter ficado por mais de 60 anos sem ser conhecida, e portanto sem ter podido gerar qualquer espécie de influência ou discussão na produção literária do seu tempo. É nesse sentido que lhe chamo opus in absentia e para ela procurei,mais do que as traduções, as “aproximações que se seguem” Vasco Graça Moura.
*
TIRA-ME AO TEMPO A QUE ESCAPASTE BRUSCO
*
Tira-me ao tempo a que escapaste brusco
Dá-me de dentro o que teu perto estende
Como a rosa vermelha ao lusco-fusco
Da frouxa ordem das cousas se desprende
*
Vera afeição e amarga voz ausência
Que sinto calmo e do rubro da boca
Crestada pela rubra incandescência
Com que o cabelo em sombra púrpura toca
*
A fronte aflita. E a imagem far-me-á falta
De cólera e louvor que me oferecias
No pisar nobre em que levavas a alta
*
Bandeira cujo signo me anuncias
Só porque em mim pões teu nome bendito
Sem imagens qual Amen aflito
 * 
CONTINUA AQUI....
*
***

Exibições: 177

Comentário de Antonio Cabral Filho em 14 maio 2015 às 0:09

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço