“Canta Brasil” (samba), Alcyr Pires Vermelho / David Nasser, 1941.


Dois anos após o lançamento de “Aquarela do Brasil”, surgia um novo samba exaltação, intitulado “Canta Brasil”, que faria grande sucesso, consolidando o prestígio do gênero. Para isso, adotava como modelo o samba de Ary Barroso e até o citava nos versos: “Na ‘Aquarela do Brasil’ / eu cantei de norte a sul”.

"Canta Brasil" tem música de Alcyr Pires Vermelho e letra de David Nasser. Mineiro, pianista e compositor, como Ary, Alcyr segui-lhe os passos para se tornar, também, um prodígio criador de sambas exaltação.

São de sua autoria, por exemplo, “Onde céu é mais azul” (com João de Barro e Alberto Ribeiro), “Brasil usina do mundo” (com João de Barro), “Vale do Rio Doce” e “Onde florescem os cafezais” (com David Nasser). Isso, sem deixar de atuar com sucesso em outros gêneros.

Sobre “Canta Brasil”, Alcyr costuma dizer que ele fez sua melodia numa viagem de bonde, do centro à Tijuca, depois de receber a letra de David Nasser num encontro casual na Avenida Rio Branco.

Cantor ideal para esses “sambas de bravura”, Francisco Alves gravou “Canta Brasil” na Odeon, acompanhado pela Orquestra da Rádio Nacional, em 1941.

 

 

Ouça abaixo, clicando no nome da música.

 

"Canta Brasil" # Francisco Alves (1ª parte).

 

"Canta Brasil" # Francisco Alves (2ª parte).

 

 

"Canta Brasil" # Cauby Peixoto / Ângela Maria (Gravada ao vivo na Casa de Show Imperador, Rio de Janeiro, em 1992).

 

 

 

 

FONTES
1) Livro




A Canção no Tempo: 85 anos de músicas brasileiras, Vol 1: 1901-1957 / Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello. - São Paulo: Ed. 34, 1977.



 

2) Discos: Odeon, 1941 (Acervo do Instituto Moreira Salles) / Os Grandes Nomes da História - Vol.1.

 

 

Exibições: 87

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço