"Serra da Boa Esperança" (samba-canção), Lamartine Babo, 1937.


No início dos anos trinta, Lamartine Babo correspondeu-se com Nair, uma mineira de Dores de Boa Esperança, a quem dedicou esta canção. Tempos depois, visitando a cidade, ele descobriria que Nair era uma menina, sobrinha de um admirador seu, o dentista Carlos Alves Neto, verdadeiro autor das cartas.

Um inspirado samba-canção, "Serra da Boa Esperança" mostrou-se propício a interpretações renovadoras, especialmente com criativas mudanças harmônicas, como a versão instrumental que lhe deram César Camargo Mariano e Wagner Tiso, em 1983, e a vocal de Eduardo Dusek, em 1984, num reverente resgate.

A composição com 34 compassos (A-B) é desenvolvida sobre um motivo principal, de três notas e suas variações, usando quatro vezes a cada quatro compassos, e que é alternado de modo notável em duas ocasiões: na preparação para o final da primeira parte ("Meu-úl-ti-mo-bem") e no compasso 26 (Ho-ra-do-adeus-vou-me"), quando em vez de ser repetido, prossegue o movimento descendente direto, um procedimento que volta a ser usado nas oito notas que precedem o arremate.

Com letra e música de Lamartine, "Serra da Boa Esperança" é um exemplo bem expressivo de sua arte, em que o poeta e o compositor se igualam em competência e bom gosto.



Aqui com Francisco Alves, RCA VICTOR, 1937.




Com Eduardo Dusek e Carlos Navas.



***********

FONTES
1) Livro




A Canção no Tempo: 85 anos de músicas brasileiras, Vol 1: 1901-1957 / Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello. - São Paulo: Ed. 34, 1977.



2) DISCO RCA Victor, 1937. (Instituto Moreira Salles)


************

Exibições: 64

Comentário de Helô em 30 agosto 2009 às 21:28
Laurinha
Estive hoje cedo com um conhecido casal que mora em Boa Esperança. No meio da conversa, surgiu a música de Lamartine e fiquei sabendo que eles possuem um CD com 28 gravações diferentes da composição. Não é uma maravilha? Grande Lalá.
Trouxe pra você a gravação em estúdio do Eduardo Dusek que postei no Rio em Disco meses atrás e a bonita interpretação de Gal Costa.
Beijos.


Comentário de Helô em 30 agosto 2009 às 21:30
Olha aqui a preciosidade!
Comentário de Laura Macedo em 30 agosto 2009 às 22:19
Pôxa Helô, até parece que estou aniversariando.
Quantos presentes preciosos! Sem falar na sua constante demonstração de amizade e consideração por mim. Amei, minha grande amiga. Valeu, mesmo!!
Quando estava selecionando a música para "A Canção no Tempo (XV)", e escolhi essa do Lamartine, pensei em você .
E você? Estava papeando com seus amigos de "Boa Esperança" sobre o Lalá e sua linda canção.
Que bom que nossas anteninhas estejam sempre em sintonia. Este é mais um exemplo.
Um super beijo.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço