“Apanhei-te Cavaquinho” (polca), Ernesto Nazareth, 1915.


A polca “Apanhei-te Cavaquinho” é a segunda composição mais gravada de Ernesto Nazareth, perdendo apenas para “Odeon”.

De andamento rápido (o autor recomenda semínima = 100 para polcas e semínima = 80 para os tangos) é muitas vezes executada em velocidade vertiginosa por músicos exibicionistas, que presumem assim mostrar habilidade virtuosística. Composta em 1915 e gravada no mesmo ano pelo grupo O Passo no Choro, “Apanhei-te Cavaquinho” foi dedicada a Mário Cavaquinho (Mário Álvares da Conceição), um exímio cavaquinista, amigo de Nazareth (segundo Ary Vasconcelos, ele inventou o cavaquinho de cinco cordas e a bandurra de 14 cordas).

Em 1930 o autor gravou esta composição em disco de grande valor documental, que passou a servir de referência para novas execuções.

Já classificado como choro, ganhou letra de Darci Oliveira, em 1943, para ser gravado por Ademilde Fonseca.



"Apanhei-te Cavaquinho", com Ademilde Fonseca, gravação de 1943.



************

FONTES

1) Livro




A Canção no Tempo: 85 anos de músicas brasileiras, Vol 1: 1901-1957 / Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello. - São Paulo: Ed. 34, 1977.

 

 

 

2) CD "Vê Se Gostas - Jacob do Bandolim, Waldir Azevedo, Ademilde Fonseca". Selo Revivendo.

************

Exibições: 87

Comentário de Thais Matarazzo em 11 setembro 2009 às 13:03
Adoro esta interpretação da Ademilde! Nossa Rainha do Choro!
Comentário de Laura Macedo em 11 setembro 2009 às 19:45
Maurício e Thais,
O flautista é o Benedito Lacerda acompanhado do seu famoso regional. Foi ele que batizou a Ademilde de Rainha do Chorinho.
A sanfona do acompanhamento é do Luiz Gonzaga, o nosso querido Rei do Baião.
Com tanta "majestade" junta o resultado só poderia ser esse. Uma maravilha!
Beijos.
Comentário de Gregório Macedo em 13 setembro 2009 às 23:23
Ademilde é, além de rainha do chorinho, inacompanhável (no gogó). Simplesmente sensacional!
Beijos.
Comentário de Luiz Antonio de Almeida em 13 janeiro 2012 às 23:34
Queridos, uma observação: quando "Apanhei-te, cavaquinho!" foi impressa, recebeu um número de chapa. Após minucioso levantamento, inclusive comparando-o com a numeração de outras músicas impressas na mesma época, descobri que essa polca não foi editada em 1915, mas um ano antes, portanto em 1914. Abraços...
Comentário de Laura Macedo em 14 janeiro 2012 às 2:08

Luiz Antônio,

É maravilhoso interagir com um pesquisador do seu quilate. Só você mesmo para minar informações oficialmente publicadas (no caso em apreço, pelos pesquisadores Zuza Homem de Mello / Jairo Severiano e a publicação Projeto Memórias Musicais), trazendo a tona a verdadeira informação. Aproveito a oportunidade para externar minha admiração ao seu trabalho de resgate histórico de personagens e fatos da nossa MPB.

Deixo a todos o áudio de "Apanhei-te Cavaquinho" (Ernesto Nazareth) # O Passos no Choro". Disco Odeon (121.136), 1914 (já com a data correta).

Abraços...

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço