"Branca" (valsa), Zequinha de Abreu, 1924.


"Aurora", "Branca" e "Elza" são os nomes femininos que intitulam três das mais conhecidas valsas de Zequinha de Abreu. Dessas, pelo menos "Branca" seria inspirada por uma musa verdadeira, a jovem Branca Barreto, filha do chefe da estação ferroviária de Santa Rita do Passa Quatro, terra do compositor.

Conta João Bento Saniratto - amigo de Zequinha, citado por Almirante num artigo publicado em O Dia - que a valsa foi composta de improviso, na presença de um grupo que conversava à porta do Grêmio Literário Recreativo. Como na ocasião a moça passasse pelo local, o autor (que era seu admirador) resolveu homenageá-la na composição.

"Branca" é uma bela valsa sentimental, de melodia triste, uma característica predominante na música de Zequinha de Abeu.

Composta por volta de 1918, ganhou popularidade a partir de 1924, quando teve sua primeira edição. Mas, ao que se sabe, somente seria gravada em 1931, no mesmo disco que lançou o "Tico-Tico no Fubá". Tem uma letra de Duque de Abramonte (Délcio Abramo), embora seja uma valsa essencialmente instrumental.



"Branca", com Orquestra Colbaz. Discos Columbia, 1931.

**********

FONTES
1) Livro




A Canção no Tempo: 85 anos de músicas brasileiras, Vol 1: 1901-1957 / Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello. - São Paulo: Ed. 34, 1977.



 

2) DISCO Columbia, 1931. (Acervo do Instituto Moreira Salles).


************

Exibições: 77

Comentário de Laura Macedo em 10 novembro 2009 às 21:06
Dirce,
Fiquei emocionada com os presentes dos quatro vídeos. Grata de coração. Você simplesmente, arrasou!!
Eu também acho linda a valsa, "Boa Noite, Amor", de José Maria de Abreu e Francisco Matoso (até onde eu sei, eles não são parentes), gravada por Francisco Alves, em 1930, e que durante anos foi prefixo da Rádio Nacional.
Foi ótimo você você ter chamado "pra festa" a "Elza" e a "Aurora", pois se a "Branca" ficasse sozinha, poderia rolar um certo ciúme :)))))
Super beijo.
Comentário de BLOG DAS IGUARIAS - em 11 novembro 2009 às 14:22
PASSEI PRÁ DAR UM OI , ENTRE UM ALUNO E OUTRO, UM PLANTÃO E OUTRO, ACABEI DEMORANDO NESSA DELÍCIA DE POST.
DEDUZI POR LÓGICA, QUE O GREGÓRIO É SEU MARIDO. FICO FELIZ POR ADD E SER AMIGA DESSE CASAL DIVINAL.
LOGO LOGO ESTOU DE VOLTA AO RJ E AO PORTAL. BJS
Comentário de Roberta Sales em 11 novembro 2009 às 18:40
Laura
Lindo post, assim como tantos outros que tem colocado no Portal.
Tomei a liberdade de colocá-lo no Destaque do Portal Luís Nassif (Home).
Um beijo e obrigada pela bela contribuição.
Comentário de Laura Macedo em 11 novembro 2009 às 23:47
Carmen,
Adorei você denominar o post de "delícia". Vindo de você que é expert no preparo de tantas "delícias", fiquei babando...
Dedução super acertada. Você foi na mosca.

Roberta,
Já estava saudosa de você e dos seus comentários.
Quem agradece sou eu, pelo destaque.
Valeu, mesmo!

Super beijo.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço