Portal Luis Nassif

“Com que Roupa” (samba/carnaval), Noel Rosa, 1930.


Com que Roupa” foi o primeiro sucesso de Noel Rosa. Um sucesso enorme que inspirou anúncios comerciais, paródias, charges, crônicas , entrevistas e até ajudou a fixar a expressão "com que roupa” como dito popular.

Um verdadeiro achado, essa expressão se repete ao final de cada estrofe da composição, sendo uma das razões principais de seu êxito. Tudo indica, porém, que Noel não percebeu de início o potencial de “Com que Roupa”, pois, além de mantê-la inédita por um ano, vendeu-lhes os direitos pela quantia de 180 mil-réis, irrisória já na época.

Segundo seus biógrafos, João Máximo e Carlos Didier, Noel confessou certa vez a um tio que “Com que Roupa” retratava de forma metafórica o Brasil – “um Brasil de tanga, pobre e maltrapilho”. Daí, talvez, a semelhança de seus compassos iniciais com os do Hino nacional Brasileiro (problema corrigido pelo músico Homero Dornelas ao passar a melodia para a pauta
.


Com que roupa?” (Noel Rosa) # Noel Rosa. Disco Parlophon (13.145-A) / Matriz (4007). Gravação (30/09/1930) / Lançamento (novembro/1930).



 


“Com que roupa?” (Noel Rosa) # Noel Rosa/Inácio G. Loyola e Orquestra Guanabara. Disco Parlophon (13.269-A) / Matriz (T54-131053). Lançamento (janeiro/1931).





 


OBS: Foi para o médico, locutor e cantor Ignácio de Almeida Guimarães que, nas gravadoras, usava o nome de I.G. Loyola, também conhecido por Ximbuca, que Noel vendeu, como foi citado acima por 180 mil réis, o samba “Com que Roupa”, aqui gravado com alterações em sua letra.



FONTES
1) Livro




A Canção no Tempo: 85 anos de músicas brasileiras, Vol 1: 1901-1957 / Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello. - São Paulo: Ed. 34, 1977.


2) CD da coleção "Noel Pela Primeira Vez", vol 1, cd 1. FUNARTE / VELAS, 2000.

Exibições: 56

Comentário de Kelva Cristina de Oliveira Sarai em 8 maio 2017 às 15:07

Primeiro, agradeço muito por ter encontrado esta sua publicação, Laura. Tenho encontrado muita dificuldade de acessar informações confiáveis sobre a música brasileira - são contraditórias as datas das gravações originais e seus acompanhamentos, não há informações sobre a data em que a canção foi escrita, somente a data da  primeira gravação e por aí vai. Sobre esta maravilha de Noel Rosa, pergunto se na primeira gravação (ao que tudo indica de 30 de setembro de 1930, pelo selo Parlophon), que teve voz do próprio Noel, o acompanhamento foi do Bando de Tangarás (do qual Noel fazia parte)? - seria este o Bando Regional, do qual se refere a postagem?

Desde já agradeço a quem possa saciar minha curiosidade!

Comentário de Laura Macedo em 8 maio 2017 às 21:30

Kelva Cristina,

Agradeço o registro do seu comentário possibilitando atualização desse post.

Usei por muito tempo, nas minhas postagens de Blog, uma ferramenta de “áudios” que foi desativada (sem aviso prévio) deixando grande parte dos textos prejudicados, ou seja, sem os áudios. Como são mais de mil postagens até hoje não consegui atualizar todos.

Tenho a “Caixa Box – Noel Pela Primeira Vez”. Talvez você já conheça, foi lançada em 2000.

Espero que eu tenha tirado suas dúvidas. Fique a vontade para perguntar/participar do nosso Blog.

Grande abraço.

Comentário de Kelva Cristina de Oliveira Sarai em 13 maio 2017 às 1:08

Grata, Laura! Ah, adorei a transcrição da segunda versão feita e gravada com I.G. Loyola.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2017   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço