“Tenha pena de mim” (samba), Ciro de Souza e Babaú, 1938.


Freqüentadores do Café Nice faziam, vez por outra, incursões a um tal Clube da Malha, que ficava num barracão no alto do morro de Mangueira. Lá bebiam e confraternizavam com os boêmios do lugar formando animadas rodas de samba.

Como nessas reuniões bebia-se muito, estava sempre a postos um rapaz, empregado da birosca que reabastecia o grupo. Para isso tinha, a todo momento, que descer e subir o morro pois a birosca ficava lá embaixo. O tal rapaz – que se chamava Valdomiro José da Rocha, mas era conhecido como Babaú – tinha vocação musical e, um dia, aproveitando a presença dos visitantes, mostrou ao compositor Ciro de Souza um esboço de samba de sua autoria.

Ao contrário do que acontece geralmente, o samba do principiante era muito bom: “Ai, ai meu Deus / tenha pena de mim / (...) / trabalho não tenho nada / não saio do miserê / ai, ai meu Deus / isso é pra lá de sofrer...”.

Então, Ciro (segundo depoimento que realizou para o Arquivo da Cidade do Rio de Janeiro, em 09/08/84) deu uma ajeitada nos versos, acrescentou-lhe uma segunda parte e logo o samba da Babaú estava fazendo sucesso no carnaval, cantado por Aracy de Almeida.

Tanto sucesso que até provocou um protesto de Sílvio Caldas, inconformado com o fato de Ciro de Souza ter entregue a música a Aracy. Uma curiosidade: o nome original do samba era "Ai, ai meu Deus”, que foi substituído por “Tenha pena de mim” por recomendação da censura, que vetava a palavra “Deus” em títulos de canções.


“Tenha pena de mim”, com Aracy de Almeida. Disco Victor (34229), 1938.

 



FONTES
1) Livro




A Canção no Tempo: 85 anos de músicas brasileiras, Vol 1: 1901-1957 / Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello. - São Paulo: Ed. 34, 1977.



2) Disco Victor, 1937 (Acervo do Instituto Moreira Salles).

 

Exibições: 53

Comentário de Gilberto Cruvinel em 16 dezembro 2010 às 22:17

Laura,

 

Que delícia de samba. E na voz da Araca, então, tem um swing, um tempêro só dela

 

Beijos

Gilberto

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço