“A Voz do Violão” (canção) - Francisco Alves e Horácio Campos, 1928.


Em julho de 1928, a Companhia Trolóló, de Jardel Jercolis, estreou no Teatro Carlos Gomes, no Rio de Janeiro, a revista “Não é isso que eu procuro”. Muito ruim a peça saiu logo de cartaz, deixando, porém, uma canção, “A voz do Violão”, da maior importância no repertório de seu criador, Francisco Alves.

Esta composição nasceu quase por acaso, a partir, de uns versos de Horácio Campos, libretista da peça, que chegaram ao conhecimento de Chico Alves através de Jardel.

Entusiasmado com o poema, o cantor pegou o violão e só sossegou quando dias depois aprontou a melodia, por sinal muito boa. Aliás, em que pese o fato de ter comprado sambas no início da carreira, Francisco Alves deixou algumas boas canções realmente de sua autoria.

“A Voz do Violão” foi gravada comercialmente por Alves quatro vezes: a primeira na Parlophon, em 1928, e as três seguintes na Odeon, sendo a última em 1951. Há ainda uma quinta gravação, realizada num programa da Rádio Nacional que foi editada em disco pela empresa Collector’s.

 

 

“A Voz do Violão”(Francisco Alves e Horácio Campos), com Francisco Alves e Orquestra Rio Artists. ODEON (10.509), 1929.

 

   

 

 

************

FONTES

1) Livro




A Canção no Tempo: 85 anos de músicas brasileiras, Vol 1: 1901-1957 / Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello. - São Paulo: Ed. 34, 1977.

 

 

 

2) Disco Odeon, 1929 (Acervo do Instituto Moreira Salles).

 

************

Exibições: 69

Comentário de Gregório Macedo em 30 janeiro 2011 às 2:16

Chico Alves muito bom, como sempre. Essa música nós já ouvimos na voz de outro(s), não é?

Já o nome da Companhia fracassada me fez lembrar alguém...

Beijos.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço