Aécio: "Veto de Marina a alianças com o PSDB é prejudicial ao PSB"

Presidente do PSDB, o senador Aécio Neves (MG) disse nesta terça-feira (14) que um eventual veto da ex-senadora Marina Silva a alianças do PSB com tucanos na composição de palanques estaduais para as eleições de outubro vão prejudicar mais os socialistas.
Segundo Aécio, que deve disputar a eleição presidencial desse ano, PSDB e PSB estariam juntos "naturalmente" em 15 Estados, entre eles São Paulo e Minas Gerais, alianças que vêm sendo descartadas pelo grupo da ex-senadora. Os acertos dos palanques regionais é uma das exigências da Rede para que Marina seja confirmada como vice do governador Eduardo Campos (PSB-PE) na corrida à Presidência.
"Se houver veto [de Marina], altera o quadro, mas em prejuízo maior do próprio PSB, o que seria antinatural", afirmou Aécio. Questionado sobre o apoio do PSB à reeleição do governador Geraldo Alckmin (PSDB), Aécio afirmou que a união é natural e que aprovaria. Ele também disse que estaria satisfeito em dividir o palanque em São Paulo, principal colégio eleitoral do país, com Campos.
"Seria um prazer estar ao lado de Eduardo. Acredito nas coisas naturais. Em São Paulo, o PSDB vem construindo um projeto de governança com o PSB e, no que depender da minha modesta opinião, deverá continuar."
Ele alfinetou indiretamente o grupo de Marina. "Tenho estimulado que respeitemos as decisões locais. Toda decisão artificial, imposta na política, não traz bons resultados. No que depender de mim o PSB continua com Alckmin", disse.

Exibições: 40

Os comentários estão fechados para esta mensagem de blog

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço