Joyce Carol Oates (1938 - ) A escritora americana Joyce Carol Oates nasceu em Lockport, Nova York. Estudou nas universidades de Siracusa e Wisconsin. Já aos 23 anos era professora na Universidade de Detroit, e seguiu carreira acadêmica paralelamente à sua atividade literária. Como escritora, sua carreira se iniciou aos 25 anos, com a publicação dos contos de ´By the North Gate´ (1963). Seguiram-se romances (como sua aclamada trilogia iniciada com ´Um jardim de delícias´, em 1967) e outros livros de contos, todos marcados por um violento naturalismo descritivo. Contudo, esse naturalismo é muitas vezes temperado com elementos de mistério, influência dos ´romances góticos´ ingleses, adaptados à dureza da vida urbana atual nos Estados Unidos. Também já se apontou a influência de Hemingway e escritores de romances policiais, como Dashiel Hammett, além das referências cinematográficas discerníveis em sua obra. Em 1970, aos 32 anos, recebeu o National Book Award, seu primeiro prêmio de expressão, ao qual seguiram vários outros.(Marcelo Cid)
Minha Irmã, de Joyce Oakes

A escritora americana Joyce Carol Oates se assemelha a um desenho animado em carne e osso: as sobrancelhas parecem pairar no ar quando usa óculos e os olhos não escondem uma pesada carga interrogativa.
A fragilidade, no entanto, desaparece quando começa a escrever - eterna candidata a ganhar o Nobel de Literatura, Joyce vem se especializando em resgatar histórias tortuosas, recontadas a partir de uma ficção precisa e exuberante.
É o caso de "Minha Irmã, Meu Amor", lançado agora pela Alfaguara. O fato real é escabroso: o assassinato de uma menina de 6 anos que se tornou um fenômeno na patinação no gelo, acontecido em 1996 e até hoje sem solução - ela foi encontrada no porão da casa, com os braços amarrados nas costas e o crânio esmigalhado. Sua morte desestabilizou a família, que vivia em função do sucesso da filha caçula.
Este é o ponto de partida para Joyce construir um ambicioso romance sobre fama, obsessão e morte. E, apesar da tragédia ditar o tom, a escritora que completou 73 anos em junho chega a abusar da comédia, o que chega a provocar sobressaltos no leitor. (Agência Estado)

Exibições: 69

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço