Não é uma exceção, é a regra. A cada 200 ou 300 mil anos, em média, a Terra inverte os polos magnéticos.
O campo magnético da Terra — que ajuda a proteger os seres vivos da radiação solar — origina-se do núcleo do planeta onde placas sólidas e um oceano de metais derretidos, e que criam correntes elétricas muito fortes, são a base do eletromagnetismo terrestre. Quanto a este, muda a sua orientação conforme as placas vão mudando de posição no interior da Terra.
Atualmente, o polo norte magnético "viaja" a 64 quilômetros por ano. Sendo a explicação de por que se encontra a 1.100 quilômetros do ponto em que foi localizado pela primeira vez, no século 19.
Atrasos acontecem: já faz 800 mil anos desde que ocorreu a última mudança.
Mas, acalmai-vos, irmãos.
A inversão dos polos magnéticos da Terra não causará nenhum Apocalipse. Será a oportunidade de bons negócios para os fabricantes de bússolas.
Blog EntreMentes

Exibições: 126

Comentário de Nena Noschese em 24 junho 2014 às 17:08

Boa informação, vou ficar totalmente desorientada nos próximos 300 mil anos?

Comentário de Paulo Gurgel Carlos da Silva em 26 junho 2014 às 23:41

Olá, Nena.

Depois que leu este artigo, um internauta comentou:

"Sobreviventes em um planeta mutante. Essa é a nossa sina." – Aluísio Monteiro

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço