“Ou o Brasil acaba com a saúva ou a saúva acaba com o Brasil”,dizia a marchinha de carnaval dos anos 40;trocando saúva por corrupção  a marchinha poderia muito bem retratar estes anos do novo milênio.

A corrupção é uma doença endêmica por estas bandas desde o “achamento” do Brasil,por acaso,segundo alguns,propositalmente,segundo outros,desde que Cabral deu com os costados por aqui.

Desde então,esse mal só foi se fortalecendo,engordando bolsos e bolsas,empobrecendo a nação,não,apenas materialmente,mas,moralmente,destruindo seus valores e a esperança do povo.

Começando com o nepotismo de Pero Vaz,a roubalheira de Pero de Goés estendendo-se pelo Império e pela República,na verdade os estudiosos de História sabem que nunca neste país,nem antes nem depois,tivemos governos sérios; aquele que não roubava,deixava roubar.Certos da impunidade continuavam a meter os dedos no patrimônio da Viúva;havia até um governador cujo lema público e notório era “rouba, mas, faz”.

E o que fazemos nós para estancar a enxurrada de pouca vergonha que assolou e assola esse país?

Nada,continuamos dizendo amém a tudo,como se esse dinheiro não fosse nosso e garantia de um futuro melhor para nossos filhos,dinheiro extraído dos nossos bolsos através dos inúmeros impostos que pagamos,numa distribuição de renda  perversa e descarada  que tira dos muito pobres para transformar corruptos em novos ricos.

Com quase sete décadas de existência vi muita coisa,a roubalheira na  construção    de Brasília,o escândalo Vargas,o mensalão,que fez escola,as trapalhadas malufianas e malufiosas, o escândalo dos anões do orçamento, as malas de dinheiro para comprar a presidência carregada pelo balofo Sérgio Motta, dinheiro na cueca,nas meias e nas sacolas,caixa 1 e dois –e,vocês nem imaginam o que deve ter entrado na Caixa 3-!

Nossa corrupção é democrática, está presente no Congresso, no  Planalto,no Judiciário,nas Forças Armadas, na Imprensa,nos ministérios,nas prefeituras e nos governos de Estado e até nas CPIs que investigam  os desmandos.

Sempre que é revelado um novo avanço nas denúncias o dinheiro do povo retrocede.

 

Goste muita gente ou não do que eu falo a Presidente Dilma ,com seu jeito de sargentão  é a primeira representante de poder ,no Brasil,que está peitando a corrupção.

A  Presidente trocou o carisma do governo anterior,(cujos afagos a políticos desclassificados em troca de governabilidade,facilitaram muito as coisas) pela vassoura,não a fictícia do Jânio,mas a real  ajudante das donas de casa nas funções domésticas e,em lugar de varrer o lixo para debaixo do tapete,agarrou o apanhador e começou a faxinar de verdade ,esse lixo não reciclável que empesteia  o pais,do Oiapoque ao Chuí.

 

A obra, enorme e mal cheirosa ainda está apenas no começo,mas,se a presidente conseguir que o Brasil pare de se deteriorar já será um grande feito.

Aviso logo que essa limpeza ética não é  para ser feita por uma única pessoa; o povo,principal prejudicado tem que agir;  uma saudável indignação já é um começo.

Não se deixe emprenhar pelos ouvidos através de  lendas urbanas orquestrada pelos interessados no quanto pior,melhor;não,um combate ferrenho á corrupção não nos levará de novo a uma ditadura.Sim,uma ampla movimentação popular,uma convocatória pelas redes sociais,a volta dos cara – pintadas,tudo isso é benéfico.

As pessoas votaram no Jânio devido á esperança de que a sua vassourinha expulsasse a corrupção para sempre; se não deu certo a culpa é   dele,não dos votantes enganados.

A maioria dos nossos presidentes na hora do “pega pra capar”,não só lava as mãos como permitem que se afane o sabonete.

Se os militares deram um golpe a culpa é de quem os incitou,visando não a restauração da ética,mas,os seus próprios interesses.Todo o discurso do momento foi mentiroso,meninos ,eu vi!Do pseudo comunismo  de Jango ao combate á corrupção foi apenas um pretexto para desconstruir a sociedade civil e achincalhar as instituições.

Caravanas de todos os estados dirigirem-se á Praça dos Três Poderes ,abraçar Congresso e Ministérios,amedrontar congressistas e rapinantes,exigir a devolução do dinheiro público roubado,fiscalizar se está sendo feita alguma coisa efetiva,isso é necessário.

Escrever para lideres  partidários comunicando que se os denunciados e culpados não forem punidos e expulsos ninguém votará no partido deles.

Sou até contra pôr essa gente na cadeia;o pior medo dessa corja é a doença com a qual  eles infeccionam o povo brasileiro,a pobreza.

Tirem-lhe todo o produto do roubo,deixe-lhes de tanga façam com que entrem no rol dos esquecidos,proíbam-lhes ocupar qualquer cargo público,fazer concursos,pois seria exigida folha corrida e a deles -Nossa senhora!- fariam de Beira – Mar, Irmã Dulce.

Prestar serviços comunitários em cadeias,  escolas públicas  ou hospitais do SUS,maravilha!

E,sempre tendo alguém a lembrar-lhes,- olha está tudo assim graças a você que roubou esses necessitados.

Os nossos “republicanos”  que  descansem em paz;não há mais clima para golpes,os militares estão nos quartéis e querem o que todos queremos,progresso com ordem,administração pública honesta,transparência  (pois político profissional não tem medo de escuro;tem medo é de claridade) e controle do dinheiro suado que deixamos  durante seis meses do ano nos cofres do governo.

O que nos incomoda é a impunidade. A  concordância com a corrupção mina as bases da sociedade democrática e abre as portas para um salvador da pátria como muitos que já tivemos.

Não caberá á presidente tal papel; mesmo porque esse não é o seu perfil. Ela apenas está agindo como uma sensata dona de casa que pega seus empregados roubando. Depois dos fatos provados e investigados,todos os pontos nos iii,rua com eles!Não importa que eles sejam parentes dos vizinhos  ou amigos dos seus amigos,pé na bunda.Não se pode usar a presunção da inocência contra a sociedade.

Algemas,neles! Do mesmo jeito que são    usadas com os deserdados da sorte,muitos deles sem oportunidade de seguir outro caminho de decência e dignidade.

O dinheiro roubado pelos “grandes” é o mesmo que estava destinado a boas escolas, hospitais decentes,estradas transitáveis.Outra idéia alardeada pela grande imprensa de que os partidos aliados abandonarão o governo tornando impossível a governabilidade é pura balela.Desde Adão que o PMDB ronda á volta do Governo como mariposa á luz. De onde saem as  verbas,neném? Quem é a dona da caneta? Me  diga!

Nossa presidente não se deixa chantagear.Quer ir embora,vá!Problema seu!..

Partido sem cargos e verbas faz o quê!?Sem negociações  de contratos de bens e serviços anda como?

Fique firme, Dona Dilma. Numa mão a vassoura,na outra,a caneta.E olho vivo no que está se passando,não deixe barato.É preciso estar atenta e forte como diz o Mano Caetano.

Essa faxina já estava passando da hora de ser feita. Ganhe a confiança do povo pois dele emana todo o poder.

O Brasil espera que a senhora cumpra o seu dever!

MIRIAM DE SALES É ESCRITORA,ARTICULISTA E BLOGUEIRA

 

Exibições: 154

Comentário de benevenuto nadal em 25 agosto 2011 às 12:12

Exelente resenha Miriam, eu compactuo com você cem por cento. Porém focou faltando alguns detalhes importantes: Nossa mídia de massa(redes de tv, jornais e revistas de circulação nacional, etc.), estão se prestando a um trabalho ambíguo, aparentemente apontando os corruptos, no entanto sua verdadeira e escabrosa intenção, é apenas a de "minar", no sentido figurado de colocar minas; enfraquecer, destruir a credibilidade dos governantes dos trabalhadores perante os eleitores, pois eles representam a parte podre das forças de direita do nosso país, e com certeza estão, e continuarão fazendo o possível e o impossível para "quebrar", no sentido de tirar a credibilidade dos governantes progressistas.

Não se enganem os "alienados", no sentido de inocentes que não querem se meter com política, e por isso não se informam corretamente, ficando apenas com as informações dos meios de comunicação de massa, os quais não tem intenção de informar corretamente, muito pelo contrário, eles informam  apenas aquilo que lhes interessa, ou seja aquilo que lhes dá audiência, e conseqëntemente votos para seus "amigos".

A última campanha presidencial deixou bem claro isso, todavia a derroa não os intimidou, e a luta continua, basta perdermos alguns minutos por dia; lendo, vendo e ou ouvindo os veículos de comunicação de massa e logo se comprovará tudo o que estou colocando nesse texto.

Como sabemos, esse tipo de ação, juntamente com a impunidade fortalece os corruptos, os enganadores, as máfias ligadas à políticos. Grande abraço.

Comentário de Miriam de Sales Oliveira em 25 agosto 2011 às 12:54

Prezado amigo,essa estória infame  das mídias poderosas enganarem os incautos vem de longe.Talvez,desde  o fim do Império...

Faço   a minha parte usando a única arma q/ tenho: a  escrita.Nos blogs,nos portais e jornais q/ escrevo  tento ,alertar a população que ainda prefere - infelizmente- futebol e axé.

Abração 

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço