A Primeira Composição de Ary Barroso

Segundo informa Omar Jubran em - “Ary Barroso / Brasil Brasileiro” -, pesquisadores do quilate de Sérgio Cabral, Mário Moraes e Abel Cardoso Júnior indicam que a primeira composição de Ary Barroso data de 1918, realizada ainda na cidade mineira de Ubá. O título inicial era “De longe”, mas na hora do registro, em disco (pela primeira vez), foi batizada de “Teus óio”, interpretada por Gastão Formenti.

Ary Barroso e Gastão Formenti

Teus óio” (Ary Barroso) # Gastão Formenti e acompanhamento. Disco Parlophon (13076-A) / Matriz (3120). Lançamento: Janeiro de 1930.

Foi vancê

Com teus óio enfeitiçado

Que me pois atrapaiado

Minha vida eu já nem sei vivê

 

Na cidade

Onde tudo é farsidade

Inté juro sem temor

Os teus óio lá são de valor

 

(Estribilho por duas vezes)

Oh, meu amô,

Minha vida,

Oh, criatura

Eu já não posso trabaiá

Pois teus óio me tortura...

 

No sertão

Como os catingá em frô

O amô é outro amô

Vem direitinho do coração

 

E a gente

Que mal acostumado

Fica mesmo assombrado

Com esses óio que nem de serpente

 

(Estribilho por duas vezes)

Em 1932, com novas modificações, foi gravada por Carmen Miranda, agora, com o título “Nosso amô veio dum sonho”.

Sérgio Cabral no livro “No tempo de Ari Barroso”, (p.50): “(Ary) revelou que sua primeira música foi “De longe”, que identificou como ‘um sambinha de amor’”.

Nosso amô veio dum sonho” (Ary Barroso) # Carmen Miranda e American Jazz. Disco Victor (33537-A) / Matriz (65404). Lançamento: março de 1932.

Nosso amô,

Que nasceu dentro de um sonho

De uma noite sertaneja,

Festejando Santo Antônio...

Terminô

Quando ôce veio de lá,

C’as bestera da cidade

Me largando ao Deus dará...

 

(Estribilho por duas vezes)

Oh, meu amô, minha vida

Oh, criatura

Já não posso suportá

Esta dor que me tortura...

 

Todo dia

Quando o sol vai merguiando

E a lua despontando

Por detrás da serraria

Desolada,

Passo os olhos na estrada

Procurando na amplidão

Se vem lá meu coração

 

(Estribilho por duas vezes)

 

 

************

Fontes:

- Ary Barroso - Brasil Brasileiro / 20 CDs / 316 gravações / 1928/2006, do pesquisador e estudioso da MPB - Omar Jubran. Ano de produção: 2014.

- Áudios SoundCloud/Montagem: Laura Macedo.

- Fotos (montagem): Laura Macedo.

************

Exibições: 315

Comentário de Cafu em 27 abril 2015 às 18:57

Laurinha querida,

Caprichado e interessante como sempre. 

Beijos de pré-aniversário. (a memória ainda funciona para algumas coisas. Rsrs)

Comentário de Laura Macedo em 27 abril 2015 às 20:45

Querida amiga Cafu,

Gracias pelos beijos de pré aniversário.

Continuo sonhando com o dia de você voltar a publicar suas ótimas postagens, aqui no velho e bom PLN.

Beijos saudosos.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço