Na vigésima segunda fase da Operação Lava Jato os procuradores e o paladino da justiça Sergio Moro fizeram uma operação no escritório brasileiro da empresa Mossack Fonseca,de origem panamenha,na tentativa de descobrirem provas para incriminar o ex,presidente Lula em relação ao triplex do Guarujá.Descobriram que a Mossack não seria a dona do triplex que seria de Lula em Guarujá e sim de um triplex em Paraty,litoral carioca,de propriedade da família Marinho,leia-se Rede Globo.

 A Mossack Fonseca opera há anos no Brasil e em outras partes do mundo.Documentos comprovam sua atuação em tráfico de drogas,armas pesadas e de pessoas,bem como na lavagem de dólares e euros.E a Rede Globo está envolvida nesta história.Esta devassa internacional sobre a Mossack ocorreu através do Wikileasks e do Consórcio internacional Jornalistas Investigativos,que batizaram o caso como The Panamá Papers.E os procuradores e o juiz Sérgio Moro tiveram,por acaso,acesso a estes documentos que ligam este grupo à Rede Globo e a operação Lava Jato.

 O caso foi abafado a pedido da Rede Globo às demais empresas de comunicação,inclusive à rival Record.E Sérgio Moro e os procuradores também seguiram à risca a orientação da Rede Globo.

 Não é a primeira vez que isso ocorre.Na Operação Zelotes,o grupo RBS,afiliado a Globo,está envolvido como um dos beneficiados pela corrupção dos conselheiros da receita federal e nada foi noticiado pela mídia grande.Estranho,não?

Exibições: 734

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço