Quando participava do programa Roda Viva,da TV Cultura,que na época era comandado brilhantemente por Paulo Markun em 1986,Leonel Brizola se indignou com a pergunta acusatória de um repórter da Veja ao ter se referido que Fidel Castro o chamara de El Ratón por conta de um dinheiro que o líder cubano lhe repassara para a malfadada tentativa da guerrilha em Caparaó.

 Com o dedo em riste e colérico,Brizola replicou que El Ratón era o patrão do repórter,Roberto Civita( falecido em 2013),o mediador,tentando acalmar Brizola,que ameaçava levantar-se da cadeira e ir em direção ao repórter da Veja,pediu que o programa saísse do ar por alguns instantes com um " daqui a pouco voltaremos,caros telespectadores ".

 Esta introdução histórica demonstra como a Veja,da editoral Abril,atua há anos com o seu jornalismo golpista e arrivista.

 Uma publicação que desde que Lula ganhou,em 2003,vem batendo seguidamente na pauta de que o PT é um partido comunista,que quer o monopólio político e impor um estado semelhante a de Cuba e plantando falsas notícias,sem fontes seguras e tergiversando entrevistas e pronunciamentos feitos por Lula até Dilma.As chamadas frases cortadas com reticências, que enganam leitores menos avisados de que como se funciona o jornalismo( não é uma primazia da Veja,outras revistonas fazem o mesmo),são alternativas de tergiversação de uma entrevista ou um comentário.

 Se os leitores lerem o expediente da Veja verão nomes como Victor Civita Neto( um dos membros do conselho editorial ) ,Eurípedes Cunha ( ex.chefe da Sucursal em Brasília e atualmente no conselho editorial) e Policarpo Júnior( atual chefe da sucursal da Veja em Brasília) , que esteve envolvido com o bicheiro Carlinhos Cachoeira e que foi derrotado em um processo judicial movido por Collor.

 Eurípedes Cunha  diz que foi um dos fundadores do PT em Minas Gerais e hoje é dos mais notórios reacionários da imprensa,sem nenhuma postura ética jornalística.Porque o jornalista pode ser de direita ou esquerda ,mas tem que se pautar pela ética,pela justeza dos fatos.

 Alecsandra Zaparoli,Diretora Editorial,dispensa comentários sobre seu caráter,seria perda de tempo,mas vale lembrar que ela esteve,juntamente com Reinaldo Azevedo,na barrigada sobre a matéria dos milhares de dólares enviados por Cuba para reeleição de Lula dentro de toneis de rum cubano.

 Reinaldo Azevedo,hoje um dos colaboradores (  de um time de conservadores que tem Augusto Nunes e Maílson da Nóbrega, entre outros) da Veja,e também comentarista político da Rede TV,amigo íntimo de Bolsonaro e de alguns tucanos,vem ganhando muito dinheiro com publicações anti-petistas como os Petralhas .Azevedo cansou de tecer elogios à ditadura militar,que as torturas e crimes foram cometidos por ambas as partes,militares e a resistência de esquerda.

 Em suma,a Veja ,caso o Conselho Federal de Jornalismo tivesse vingado( e não era um projeto do governo Lula e sim uma reivindicação da Fenaj e dos sindicatos estaduais de jornalistas) -e só não vingou porque os donos das empresas de comunicação e jornalistas endinheirados alegaram que o governo queria instaurar a censura,restringir a liberdade de expressão- já estaria sendo investigada por mau exercício  da boa prática jornalística,bem como de seus principais jornalistas e de outros veículos e de outros jornalistas que enganam e manipulam a opinião pública como nesta crise política que paralisa cada vez mais os encaminhamentos que devem ser feitos para retirar o país da recessão.

 A reivindicação do Conselho Federal de Jornalismo deve ser retomada pela Fenaj e pelos sindicatos estaduais de jornalistas para ajudar a refazer o jornalismo , fiscalizar os cursos de jornalismo de qualidade duvidosa e os profissionais da imprensa no  exercício da profissão.Como fazem os conselhos  federais de outras profissões como engenheiros,médicos,psicólogos,arquitetos e até químicos.O CFN não será do tipo OAB,que terá que fazer uma prova para conseguir registro,apenas um conselho que manterá uma interação com as empresas de comunicação.

 

Exibições: 193

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço