África do Sul, receberá 100.000 turistas à menos, segundo estudo

Recebido via email pelo Raiz Africana

A África do Sul deverá receber cerca de 373.000 turistas durante a realização da Copa do Mundo, cem mil a menos do que o previsto inicialmente, embora os gastos aumentem, de acordo com um estudo divulgado nesta quarta-feira por uma consultoria.

Os consultores da Gran Thornton estimaram há dois anos que cerca de 483.000 visitantes viajariam para o país entre 11 de junho e 11 de julho, mas realizaram uma nova previsão para baixo, com base nos ingressos vendidos pela Federação Internacional de Futebol (FIFA).

“Cerca de 105.000 dos 373.000 visitantes aguardados durante esse período não terão ingressos”, indicou o coordenador do estudo, Gillian Saunders, durante uma entrevista coletiva à imprensa.

Cerca de cem mil pessoas serão de origem africana e visitarão a África do Sul para participar do maior evento de futebol do mundo nos “fan parks”, onde os jogos serão transmitidos ao vivo em telões.

Em média, segundo a Grant Thornton, os turistas ficarão 18,7 dias na África do Sul e serão gastos cerca de 4.093 dólares (3.048 euros), um terço a mais do que o previsto a princípio.

Desta forma, o impacto econômico do evento deverá ser o equivalente ao estimado inicialmente.

A FIFA, que estimou em cerca de 450.000 o número de visitantes estrangeiros durante o Mundial, reconheceu recentemente que esse número não será atingido.




Fontes:

Raiz Africana, pesquisa UOL.


Exibições: 55

Os comentários estão fechados para esta mensagem de blog

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço