AGENDA PAUTA 24 FEV. Noitada de Samba que agitou o Teatro Opinião nas décadas de 70/80 Aporta no Bola Preta 42 anos depois da sua estréia

Noitada de Samba que agitou o Teatro Opinião nas décadas de 70/80

Aporta no Bola Preta 42 anos depois da sua estréia

Dia: 24 de fevereiro 2014
Horário: 18:30h abertura da casa - 20:30h início do espetáculo
Ingresso: R$20,00 – meia R$10,00


A Noitada de Samba que durante duas décadas sacudiu o Teatro Opinião, todas as segundas feiras, aporta no tradicional Bola Preta, dia 24 de fevereiro, para comemorar os 42 anos de sua estréia. Também homenagear a todos que transformaram aqueles encontros num grande sucesso, a exemplo de Cartola, Nelson Cavaquinho, Clementina de Jesus, Monarco, Arlindo Cruz, Alcione, Beth Carvalho, Martinho da Vila, Aluisio Machado, João Nogueira, Noca da Portela, Paulinho da Viola, Xangô da Mangueira, Clara Nunes, Gisa Nogueira, Baianinho e outros de igual virtuose. Homenagem mais que especial a Leonides Bayer fiel escudeiro de Jorge Coutinho, o criador da Noitada de Samba

Seguindo à tradição da Noitada de Samba de unir consagrados e novos talentos, vão participar aqueles que estiveram no Opinião: Aluisio Machado, Gisa Nogueira, Conjunto Nosso Samba, Nilze Carvalho e Baianinho, e a nova geração do samba: Grupo Samba do Amigo Meu, Marina Iris, Andréia Caffe, Júlio Estrela, e Flávia Saolli . 

Noitada de Samba é considerado um dos mais fundamentais movimentos de resistência musicais e culturais do País, que “mesmo sob o terror implantado pelos Anos de Chumbo, viu uma geração inteira que cantava a esperança, a força da liberdade e a certeza de que a luta iria continuar até que o país voltasse a ser uma democracia”, segundo afirma Cély Leal. Uma história registrada em documentário, dirigido por Cély e livro com texto de Márcia Guimarães, intitulados “Noitada de Samba Foco de Resistência” contando os bastidores que marcou a MPB lançando nomes como Leci Brandão, Monarco, Clara Nunes, dentre outros. Filme e livro contribuem para a restauração da memória histórica da MPB

O filme, lançado na Mostra Competitiva do Festival do Rio, que recebeu os Troféus Zumbi dos Palmares, de melhor filme e melhor direção do Bahia Afro FilmFest, vem alcançando êxito em vários festivais que tem participado, a exemplo da Premiere Brazil / New Iork 2011 onde foi exibido no MoMA; In-Edit Festival Internacional de Documentário Musical; IV Encontro de Cinema Negro Brasil, Africa e Caribe. Participou ainda da 15° Mostra Internacional do Filme Etnográfico, do Festival Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano, em Havana/Cuba, e Festival Internacional de Cinema de Valsuva, em Turim/Itália. 

Participam do filme D. Ivone Lara, Alcione, Arlindo Cruz, Beth Carvalho, Xangô da Mangueira, Martinho da Vila, Eliana Pittmann, Nilze Carvalho, Ademilde Fonseca, Carlos Lyra, Conjunto Nosso Samba, Aluisio Machado, Walter Alfaiate, Zeca da Cuíca, Mariúza, Noca da Portela diretores, jornalistas, e pessoas que participaram do evento a exemplo de Maurício Sherman, Gilberto Braga e Diana Aragão. 

Maiores informações: 21-2548.4482 e 21 99326. 1776. Agradecemos o apoio na divulgação.

Exibições: 143

Comentário de Delcio Marinho em 22 fevereiro 2014 às 2:13

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço