Agenda Pauta RJ 16 Nov. " DO LOBO À LOBA " UMA HOMENAGEM AO TEATRO

 

 

DO LOBO À LOBA – UMA HOMENAGEM AO TEATRO
 

Será lançado no dia 16 de Novembro, às 20h no Centro Cultural Solar de Botafogo, o livro ‘Do Lobo à Loba’, que conta a história dos espetáculos ‘Lobo de Ray-ban’ e ‘A Loba de Ray-ban’, vividos, respectivamente, por Raul Cortez, em 1988, e Christiane Torloni em 2010. O livro tem organização e textos da curadora Denise Mattar, design gráfico de Ana Lucas, e foi produzido numa parceria da Christal Produções Artísticas (Christiane Torloni), do Centro Cultural Solar de Botafogo (Leonardo Franco) e do restaurante Paris 6 (Isaac Azar).

Lobo de Ray-Ban, de Renato Borghi, é a história de um triângulo amoroso, no qual existe um quarto elemento - o Teatro. O espetáculo foi encenado em 1988, com direção de José Possi Neto, tendo Raul Cortez no papel-título, e a atriz Christiane Torloni, interpretando sua esposa. O espetáculo recebeu os Prêmios Molière, Mambembe, APCA e Apetesp de melhor autor, e ator daquele ano.

Nas viagens da peça pelo Brasil, entre 1989/1990, Leonardo Franco atuou como o jovem amante de Raul e, após o encerramento da temporada descobriu que Borghi havia escrito uma versão feminina da peça para ser interpretada por Dina Sfat, e que esse texto havia se perdido. O ator localizou o texto e o guardou, decidido a encená-lo para fazer o segundo papel do espetáculo. Seu sonho só se realizou dezoito anos depois, quando convidou Christiane Torloni para ser a Loba.

A atriz aceitou imediatamente o desafio tornando-se a protagonista e também a co-produtora de Loba de Ray-Ban, encenada em 2010, com direção de José Possi Neto, cenário de Jean-Pierre Tortil, e a participação de Maria Maya, como a jovem amante. Pelo espetáculo, Christiane Torloni recebeu o prêmio Contigo de melhor atriz, pelo júri popular. Loba de Ray-ban ficou um ano em cartaz, viajou por todo o Brasil e foi assistida por mais de 60 mil pessoas.

O livro reúne biografias do autor, diretor e atores, e mais de 100 belíssimas imagens de alguns dos mais importantes fotógrafos brasileiros como: Luís Tripolli, Vania Toledo, Lenise Pinheiro, Dimas Schittini, Fabiano Accorsi, Freddy Kleeman, Valdir Silva, Alice Bravo, Rubens Cerqueira, entre outros.

Pelas páginas do livro se mesclam atores como Fernanda Montenegro, Patricia Pillar, Tônia Carrero, Dina Sfat, Fabio Sabag, Gianfrancesco Guarnieri e Raul Cortez, autores como Gorki, Genet, Albee, Molière, Fassbinder, Tchecov, Lorca, Shakespeare, Harold Pinter, Oscar Wilde, David Hare, Jean Cocteau, e espetáculos emblemáticos como: Pequenos Burgueses, O Balcão, Cemitério de Automóveis, Quem tem Medo de Virgínia Woolf?, Amadeus, As Lágrimas Amargas de Petra von Kant, Tio Vânia, M. Butterfly, Rei Lear, entre outros.

A abordagem adotada por Denise Mattar privilegiou o aspecto mágico do teatro, a cumplicidade, a garra, a entrega, e o ritual de encontro entre os atores: “Esses seres, cuja matéria de trabalho é a emoção, entes sensíveis que mergulham nas águas dos sentimentos de outros, e que voltam encharcados de dor e amor para suas próprias vidas, às vezes como feras - perigosas, nervosas, poderosas. Como lobos”.

Do Lobo à Loba fala sobre Teatro, mas, seu olhar é especialmente dedicado ao grupo que se formou a partir de Lobo de Ray–Ban. Uma grande alcatéia chefiada, não por acaso, pelo Lobo Mor - o inesquecível Raul Cortez.

Atenciosamente, Liège Monteiro

lm@liegemonteiro.com

Exibições: 306

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço