Hoje, 12 de fevereiro de 2009, comemora-se os 120 anos de nascimento do violonista Américo Jacomino – Canhoto.
No final do século XIX, o violão era considerado um instrumento de malandros e boêmios. Coube a Américo Jacomino, o Canhoto, elevar o violão aos degraus mais altos da música.

Em 30 de agosto de 2008 fiz um post em sua homenagem. Para quem ainda não viu e tenha interesse em conhecer um pouco da sua trajetória, clique aqui.


Curtam algumas composições de Canhoto, na interpretação do violonista Gilson Antunes.




01- Abismo de Rosas (Valsa)
02- Marcha dos Marinheiros
03- Olhos Feiticeiros (Choro)
04- Quando os Corações se Querem (Fox-Trot)




Canhoto, primeiro da esquerda para a direita: um dos primeiros responsáveis pelo enobrecimento do violão.



Último lançamento de Canhoto em CD: álbum duplo com mais de 40 gravações (selo Revivendo)



Luiz Américo Jacomino, filho de Canhoto, com o violão Giannini 1907, o preferido de seu pai.


Fotos: Revista Violão PRO, nº 22, 2008.

Exibições: 886

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço