Artistas ,Técnicos e Imprensa Convite SATED RIO EM AÇÃO Homenagem NELSON RODRIGUES

VESTIDO DE NOIVA
de NELSON RODRIGUES
14 de Março 2011 . 20 h leitura dramática
Teatro Princesa Isabel / Copacabana
Av. Princesa Isabel, 186 Rio de Janeiro
20 Artistas em Cena " o Formato Cia Teatral "
Direção DELCIO MARINHO GONÇALVES
 
 
***** NELSON RODRIGUES
 
NELSON FALCÃO RODRIGUES , nasceu em 23 de agosto de 1912, no Recife, Pernambuco, filho de Mario Leite Rodrigues ( jornalista que teve um grande papel na renovação da Imprensa Brasileira ) e de Maria Esther Falcão Rodrigues.  Estreou , no jornalismo , aos 13 anos de idade , no diário " A manhã " do seu pai. Sua primeira experiências de imprensa foi a reportagem policial. Aos 14 anos, escreveu o artigo " A Tragédia de Pedra " numa coluna, onde colaborava Monteiro Lobato, Antonio Torres, Agripino Grieco, Humberto Campos, José do Patrocínio Filho, Medeiros de Albuquerque e outros grandes homens literários da época. Em 1929, começou a fazer a crônica de futebol, ao lado de seu irmão Mario Filho. A morte de seu irmão, Roberto Rodrigues, pintor e ilustrador, assassinado aos 23 anos, marcou para sempre a sua obra, sobretudo na parte dramática. Em 1940, ocorreu sua estréia teatral com o drama " A Mulher Sem Pecado ", levada pela Comédia Brasileira do serviço Nacional de Teatro. Na noite de 28 de dezembro de 1943, era apresentada , no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, a sua " Tragédia Carioca " VESTIDO DE NOIVA pelos amadores de " Os Comediantes " , com Cenários de SANTA ROSA e Direção de ZIEMBINSKI .
 
VESTIDO DE NOIVA marca o Nascimento do MODERNO TEATRO BRASILEIRO
Concepção da Direção DELCIO MARINHO GONÇALVES
 
Apresento à cena o Noivo, PEDRO
o trago ao primeiro plano, ao lado de ALAÍDE e LÚCIA
o Noivo, personagem tão importante nessa cerimônia
 
Pedro, dividido entre o amor de duas mulheres
duas IRMÃS. Refém, homem, noivo, amante e criminoso
A visão do Universo Feminino , de duas Noivas em uma disputa sem limites ou entre a vida e morte
 
A direção escolhe o caminho " do humano ou irreal da vida ", do fio da navalha, o equilíbrio do número de quem caminha no arame ou a coragem de um salto em trampolim, o tempo dos segundos do relógio e os jogos de espelhos e imagens diferentes
 
A Ilusão ou Real ? O contrário de " Assim é se lhe Parece "
AQUI é  " Parece, MAS NÃO É  "
 
3 Planos
REALIDADE , o Hospital , a Imprensa e o Atropelamento na Glória
MEMÓRIA , Família e fatos
ALUCINAÇÃO, Loucura e revelação em um pesadelo no país das Maravilhas de Madame Clessy
 
VESTIDO DE NOIVA
Marco da Dramaturgia Moderna que revoluciona a cena do Teatro Brasileiro até Hoje
" Essa procura não tem fim "
 
texto fragmentário e ousado sobre as lembranças e delírios de uma mulher que agoniza durante uma cirurgia
 
NELSON RODRIGUES constrói uma obra coerente e original, expondo inconsciente da classe média com seus ciúmes, loucuras, incestos e adultérios
 
Direção "  A Contribuição Estrangeira "
Na década de 40 alguns atores do Leste  Europeu refugiam-se no Brasil
O trabalho de direção do polonês ZBIGNIEW ZIEMBINSKI em VESTIDO DE NOIVA , encenada em 1943, transforma o papel do " DIRETOR de TEATRO " no Brasil. Até então não se conhecia a Figura do Diretor como responsável pela linha estética do espetáculo, ele era apenas um ensaiador

SATED RIO EM AÇÃO 2011
apresenta
  
Uma Homenagem ao Pioneiro da Moderna Dramaturgia Brasileira
NELSON RODRIGUES
  
" VESTIDO DE NOIVA "
  
" Astrojildo Pereira chegava a afirmar , em relação a VESTIDO DE NOIVA, que a peça deveria marcar rumos para o Teatro Brasileiro, numa espécie de comentário profético " 
Dyonysos Edição dedicada " Os Comediantes " ( Ministério da Educação e Cultura 1975 )
  
 
 
NELSON RODRIGUES ( 1912 - 1980 )
Dramaturgo, romancista, jornalista e comentarista
Nasce em Recife e ainda criança muda-se para o Rio de Janeiro.
Filho de Jornalista, começa aos 13 anos a trabalhar como repórter no jornal do pai . Resolve escrever para Teatro para aumentar sua renda.
 
 
 
 
 
VESTIDO DE NOIVA de NELSON RODRIGUES
" A Tragédia Carioca " DM
 
Peça escrita em apenas uma semana, em 1941, e encenada dois anos depois, que mudou de fato a vida de NELSON RODRIGUES. Pela primeira vez na História do Teatro Brasileiro, um texto dramático substituía o surrado cenário das comédias de costumes pelo espaço dos planos de realidade, da memória e da alucinação. As inovações de VESTIDO DE NOIVA logo fizeram que ela saltasse do campo restrito do Teatro para outras Artes. Escreveu-se que a dramaturgia ingressava, pela primeira vez, no domínio da literatura.
 
Seria mais adequado dizer que o TEATRO , com espetáculo, se universalizava `a maneira das outras artes modernas e NELSON RODRIGUES representava para o Palco que trouxeram Villa-Lobos à música, Portinari para a pintura e Carlos Drummond de Andrade para poesia. A dramaturgia Rodriguiana constituiu o mais amplo painel da sociedade urbana brasileira. Por meio de linguagem límpida, sucinta, vibrátil e a capacidade de expor os desejos menos confessáveis de suas personagens, NELSON RODRIGUES abriu caminho para Todos os Autores surgidos nas últimas décadas
 
MARCO DO TEATRO BRASILEIRO
VESTIDO DE NOIVA de NELSON RODRIGUES
Estréia  28 dez. 1943 Teatro Municipal do Rio de Janeiro
Direção Z. ZIEMBINSKI
 
 
 






Exibições: 272

Comentário de Delcio Marinho em 13 março 2011 às 22:19
Comentário de Delcio Marinho em 13 março 2011 às 22:20
Comentário de Delcio Marinho em 13 março 2011 às 22:21
Comentário de Delcio Marinho em 13 março 2011 às 22:23

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço