AS ENCHENTES NOS ESTADOS DO SUDESTE E O PROSAMIM DE MANAUS

Estou ha 31 anos radicado em Manaus/Amazonas com muita honra.  Gosto muito desta cidade, sou apaixonado por esta terra maravilhosa, independente das situações que tenho enfrentado como perseguições políticas por ter optado em lutar a favor dos menos favorecidos, sem estar aliado a correntes políticas, que discordo totalmente da forma como atuam no poder, e na oposição. 

Não sou de criticar apenas por convicções políticas, procuro sempre, fazer uma análise das situações de meu ponto de vista daquilo que acho ser importante e fundamental para a população de um modo geral.  Não entendo a política como uma disputa do perde ou ganha, como se fosse um campeonato esportivo.

Vejo a política como início, o meio e o fim, para realizar tudo aquilo que a população anseia pelo seu bem estar. Não me interessam as cores e as agremiações partidárias de direita, esquerda ou centro, até porque a classe política brasileira, não está nem um pouco preocupada em seguir ou colocar na prática as deliberações oriundas dos estatutos partidários.

Mas quando acontecem catástrofes causadas pelas mudanças climáticas, como as enchentes que durante anos seguidos, sempre na mesma época, finais e início de anos, tem causado grandes calamidades, provocando desabamentos de casas com mortes de famílias inteiras, destruindo pontes, estradas, alagando residências e ruas.

foto; folhavitoria.com.br

Nesse momento fico a imaginar, porque providências não são tomadas pelo poder público, logo após esses eventos climáticos, visando á realização de obras necessárias para evitar que vidas humanas sejam ceifadas nessas calamidades.

Na minha cidade de origem Vila Velha/ES, com qualquer quantidade de milímetros de chuva, dezenas de ruas em vários bairros ficam alagadas como a rua, Alecrim Jardim Asteca, que com qualquer chuvinha, fica completamente alagada e fica assim por vários dias.

 


foto; folhavitoria.com.br

Sem querer comparar uma situação com a outra, em Manaus, o governo do Estado, preocupado em resolver a situação de alagações de casas situadas próximas aos igarapés em época chuvosa, apresentou um projeto de saneamento básico dos igarapés, com construções de conjuntos habitacionais, ao Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID, que financiou o projeto com 140 milhões de dólares e 60 milhões de contrapartida do governo do Estado.

  Foto do Blog;

bbenizamairafurtado.blogspot.com

 As enchentes em Manaus, antes do Prosamim

 

 

Com 200 milhões de dólares o governo do Amazonas, realizou o saneamento, desassoreamento e a utilização racional do uso do solo às margens dos igarapés, com vistas a manutenção do patrimônio  natural e melhoria das condições de vida da população .

Enfim, não importa o sistema ou grupo político, quando há interesse em resolver o problema, a situação é resolvida.

foto do dia: 02/06/2010
por Alfredo fernandes no picasa

Foto Aérea do Prosamim


Este é o Prosamim em Manaus.

 

 


 

 

 

Exibições: 471

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço