Portal Luis Nassif

As Músicas e as Histórias de Paulo Diniz

 

Pernambucano, cantor e compositor, Paulo Diniz chegou ao Rio de Janeiro na década de 1960 contratado pela Rádio Globo após alguns anos em rádios de Recife e Fortaleza.


Seu primeiro disco - um compacto simples com as músicas "Quem desdenha quer comprar" e "O chorão" - teve boa repercussão, rendendo convites para participar do programa de maior sucesso na televisão da época, Jovem Guarda, comandado por Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléa.


Com a parceria Roberto e Erasmo, Paulo Diniz fazia canções com Odibar Moreira da Silva, o Odibar, tendo “Pingos de amor” como a música mais conhecida. Vendeu mais de 1 milhão de álbuns e foi regravada por Emilio Santiago e Kid Abelha e cantada por Zeca Baleiro.

 

 

Pingos de amor” (Paulo Diniz / Odibar) # Paulo Diniz.

 

Outros sucessos de Paulo Diniz e Odibar

"Um chope pra distrair"

 

 

 

Piri-Piri

 




Quero voltar pra Bahia”, (dedicada à Caetano Veloso quando estava exilado em Londres).

Ouça "Quero voltar pra Bahia" nos comentários abaixo.




“O AI-5 foi uma barra pesada, calou a boca de todo mundo. Tive a música 'Palmares' censurada. Cortaram também a 'Malandro é São Benedito'... Nunca quis gravar depois.

Na época do Pasquim, que esgotava meia hora depois de chegar na banca, o Caetano mandava matérias, cartas. Numa delas dizia que estava solitário em Londres. Ele usava aquele visual riponga, que lá não era nada demais, cheio de malucos.

Eu também estava muito só; a gente se conhecia do Solar da Fossa, onde a gente viveu um tempo. Gil, Caetano, Torquato, Rogério Duarte, Gal, Aderbal Freire Filho, meu companheiro de elenco de rádio-teatro na Rádio Dragão do Mar...” contou Paulo Diniz em 2008 ao repórter Henrique Nunes para o Diário do Nordeste.

Sucessos de Paulo Diniz com outros compositores

Vou-me embora” (Paulo Diniz / Roberto José) # Paulo Diniz.

 

 

 

“Como?” (Paulo Diniz / Luiz Wagner) # Paulo Diniz.




O meu amor chorou” (Paulo Diniz / Luiz Marçal Neto) # Paulo Diniz.

 




Paulo Diniz demonstrou grande habilidade em musicalizar poemas de autores de língua portuguesa, como a famosa "José", de Carlos Drummond de Andrade, "Vou-me embora pra Pasárgada", de Manuel Bandeira.



José” (Paulo Diniz / Carlos Drummond de Andrade) # Paulo Diniz.

 


Há 20 anos, Paulo Diniz teve uma inflamação na medula que provocou problemas em suas pernas, mas em 1997 retomou a carreira. Atualmente continua se apresentando com sua voz rouca e seu velho violão.

Post dedicado ao maridão Gregório Macedo.

 

************
Fonte: Portal Cultura Brasil

************

Exibições: 995

Comentário de Gregório Macedo em 31 agosto 2011 às 22:26

Ô, lindinha, que presente maravilhoso. Vários sucessos do Paulo Diniz são marcas registradas em nossa romântica história. Uma sucessão de belezas. Muito grato, querida.

Beijinhos com um leve gosto de chope.

 

Comentário de José Roque da Silva Neto em 31 agosto 2011 às 23:12
Bacana, sou de Pernambuco e infelizmente as nossa rádios não tocam como deviam músicas do Paulo Diniz. Sempre que tenho oportunidade escuto as músicas do Paulo. Agradeço também pela lembrança, valeu mesmo e um chope pra distrair. . .
Comentário de Ivone Prates em 31 agosto 2011 às 23:47

Essa você me pegou de surpresa. Rsrsrs. Que bom ler, saber e ouvir sobre Paulo Diniz. Quando digo que você é uma pesquisadora mágica...

   Vou ver como "copiar" algumas músicas aqui do seu post para minha página aqui no Portal.

                                 Abraços

Comentário de Laura Macedo em 1 setembro 2011 às 0:17

Gregório,

Pura verdade. Roberto Carlos, Paulo Diniz e tantos outros embalaram "nossa romântica história de amor" :)))

 

José Roque,

Conheço bastante sua terra; morei na quase vizinha Campina Grande (PB) e passei férias memoráveis em Recife.

 

Ivone,

Grata pelo carinho com que acompanha meu trabalho aqui e no Facebook. Fique a vontade para copiar as músicas que foram tiradas do disco abaixo.

 

Um mega chope (pra distrair) e beijos a todos.

Comentário de Laura Macedo em 1 setembro 2011 às 0:30

Valquíria,

Considere-se convidada para a rodada de chope acima com Gregório, José Roque, Ivone e "quem mais chegar" (como diz a compositora/cantora Joyce) kkkkkkkk

Beijos.

Comentário de José Eduardo Moreto em 1 setembro 2011 às 20:04
maravilha
Comentário de Laura Macedo em 1 setembro 2011 às 20:53

José Eduardo,

Não foi por chegar no finzinho da festa que você ficará sem o "chope" do Paulo Diniz :)))

Abraços.

Comentário de José Eduardo Moreto em 3 setembro 2011 às 1:08
amigos, música boa e chopp, hum
Comentário de Gregório Macedo em 5 setembro 2011 às 3:16

Querida,  o propósito é louvar o (re)post sobre o grande Laurindo de Almeida. Como lá está zerado nos comentários, deixo aqui o registro (visto que não sei como fazer para comentar lá - rs).

Beijos.

Comentário de lucianohortencio em 27 novembro 2014 às 19:07

Amiga Laura! Não achei o Post em que estamos lado a lado. Achei a música. É um lindo bolero interpretado por Carlos Alberto. Valeu!!!

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2018   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço