Antes mesmo de começar a Copa das Confederações em meados de maio,em POA,aconteceu a primeira revolta popular contra o aumento da tarifa dos ônibus nesta cidade,que culminou em vários protestos em frente do palácio Piratini e na câmara municipal.A mídia grande não deu tanta importância ao evento.Em Mato Grosso do sul,também antes da Copa das Confederações,índios ocuparam com justiça,a Fazenda Cambará e dois índios foram assassinados pela PF e latifundiários.Já havia uma tensão no ar!

 Com o advento da Copa,diante do caos na saúde,educação ,transportes , déficit de moradias e sem a propalada reforma agrária , com os enormes gastos nas construções de estádios de futebol( suas privatizações) e a ingerência da FIFA,as Revoltas populares eclodiram pelas principais ,médias e pequenas cidades brasileiras. A mídia grande,a princípio,rotularam todos como vândalos.O MPL de Sampa,na sua primeira manifestação,reuniu cerca de 7 mil pessoas e foi duramente reprimida pela PM( criada em 1970 pelo ditador Médici como apêndice à repressão contra a esquerda socialista),sendo que uma jornalista da TV Folha foi atingida por uma bala de borracha no olho esquerdo e um veículo do Estadão foi atingido por uma bomba de efeito moral pela PM.Aí o discurso da mídia mudou totalmente,já que o corporativismo,nessa hora,fala mais alto,em relação as chamadas manifestações,com uma crítica pesada à PM e justeza pela reivindicação contra o aumento da tarifa não só em Sampa,como em outras cidades improtantes da federação.

 As revoltas populares tiveram mais adesões populares naõ só em SP,como no Rio,Bh,POA,CTBA,DF,SSA,Fortaleza,Recife,durante a Copa da FIFA e da Dilma( que até então estava com alta popularidade  e,com arrogância,criava a EBSHER,criminalizava as greves dos SPFs e com outras medidas contra o proletariado,como a criação,em conjunto com a CUT e CNI,como a ACE- Acordo Coletivo Especial).Nesta segunda etapa,as pautas aumentaram entre os manifestantes e,diferentemente do Fora Collor,que havia setores hegemônicos no movimento bem identificados,estas manifestações eram multifacetadas,sem setores hegemônicos e lideranças definidas.Os revoltosos,cansados de apanhar pelas forças de segurança dos Estado,passaram ao contra-ataque,à defesa e mídia,novamente e devido ao rechaço dos manifestantes contra o monopólio das comunicações,começou a dividir os manifestantes entre pacíficos e vândalos.

 Como toda revolta popular sem forças hegemônicas e líderes cristalizados  hove,de fato,a participação de pequenos grupos fascistóides,que se aproveitando da falta de politização de alguns jovens,começaram a rechaçar os partidos realmente de esquerda(não me refiro ao PT e Pc do B),porém a resitência desses partidos se deu nas ruas,nos embates contra estes nacionalistas xenófabos.Os anarquistas também estiveram ao lado dos partidos de esquerda,pois os anarquistas são de esquerda,é bom ressaltar.

 Dilma e seu governo de coalizão de centro-direita se assustaram ! Houve um pedido de trégua,em plena rede nacional pela presidenta,acenando com um pacto,reforma política e melhorias na saúde,educação e transportes.Mesmo com a redução das tarifas dos transportes em vários estados a luta prosseguiu,mesmo com o congresso votando,á toque de caixa,medidas até então que eram inviáveis,como o crime hediondo quem comete atos de corrupção,rejeitando a PEC 37 ,entre outras,a luta prosseguiu.O saldo destas revoltas foram mais 12 mortos entre os manifestantes !Nenhuma vítima fatal entre as forças de segurança !

 Quando o Estado avaliou que após a Copa as revoltas iriam arrefecer,cometeu um equívoco,elas proseguem em quase todos país.

 E a mídia grande,correia de transmissão do Estado burguês,prossegue rotulando os jovenss revoltosos de vândalos e baderneiros( palavra oriunda dos seguidores da belíssima cantora lírica Maria Baderna no Rio no fim do século XIX),como fez agora durante as manifestações em frente a casa do governador do Rio,pedindo a sua saída,o que ele deveria ter feito,no luxuoso bairro do Leblon.Vândalos são os poderosos empresários que exploram trabalhadoras e trabalhadores com salários aviltantes,vândalos são os que detém o monopólio dos transportes,que deveriam ser estatais e gratuitos,com a tarifas exorbitantes e ônibus,metrô e trens precários,vândalos são os proxenetas do Estado que desviam dinheiro da saúde,educação,saneamento básico e moradias,para os seus próprios interesses e para o pagamento da dívida pública,que está á beira da cifra de 2 trilhões de reais e vândalos são os integrantes da PM que promovem chacinas contra os mais pobres,principalmente os negros.Até hoje nenhum membro do BOPE do RJ foi preso pelas mortes de inocentes da favela da Maré.

 É isso aí.

Exibições: 71

Comentário de Marcos Carnavale em 19 julho 2013 às 12:24

 Caros,meu comentário teve erros de concordância,ecrevi rápido,o tempo urge,desculpem pelos erros,não pude fazer a revisão.Ah,eu ia esquecendo, a Cura gay,projeto de um deputado federal do PSDB de GO,foi arquivado,uma vitória do movimento LGBT,e o INCRA-DF está coupado pelos sem-terra.E mais um escândalo envolvendo a base governista:o PMDB promoveu um jantar de confraternização com o nosso dinheiro ! Entrem no site da rádio CBN,esta notícia saiu logo cedo pela manhã.

Comentário de Marcos Carnavale em 20 julho 2013 às 11:45

 Cristóvam,se não existem revoltas populares,o que ocorrem pelo país afora,entaõ? Festinhas cívicas? Ontem em Natal houve mais uma manifestação contra o abuso das tarifas do transporte público - e sua má qualidade - ,contra a má qualidade da saúde,falta de moradias e por uma vida mais digna . A PM,defensora do status quo da burguesia ,reprimiu violentamente os manifestantes diante da câmara dos vereadores. Os manifestantes foram para a Cidade Alta  e o confronto se estendeu até a noite.O movimento,para desespero do PT,PSDB,DEM,PSB e PMDB,prossegue exigindo mudanças que realmente objetivam mudar a vida dos que vivem do trabalho,dos desempregados,dos sem-teto e sem-terra.

 A Jornada Mundial da Juventude do Vaticano no Rio decerto será marcada por mais revoltas populares,já que o Vaticano é contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo,contra os contraceptivos,contra o aborto,mesmo em casos de estupros, e está envolvido em casos de pedofilia e lavagem de dinheiro do seu banco.Muitos aqui devem saber que um dos diretores do banco do Vaticano,monsenhor não sei das quantas,foi preso há 1 mês.

 Em tempo: as empresas de ônibus em SP lucraram 152 milhões no ano passado ! Um absurdo !

 Em tempo: Sidney,na Austrália,a tarifa é zero nos transportes públicos e a Austrália não é socialista.

Comentário de Marcos Carnavale em 20 julho 2013 às 12:02

     É latente o desespero do governador do RJ,Sérgio Cabral Filho,diante da pressão popular contra os desvios de verbas públicas para seu próprio proveito,o que configura-se em peculato,e pela sua imediata renúncia.Enquanto Cabral continuar no governo as revoltas populares prosseguirão,malgrado a ameaça latente do coronel da PM em agir com maior trulência ainda.

 Sérgio Cabral,até hoje,nunca explicou para onde foram os polpudos recursos dos royaltes do petróleo,até hoje ele não explicou para onde foi parar o dinheiro - que segundo Dilma foi repassado ao estado do Rio - para recuepração da região serrana depois da maior tragédia ocorrida no no país motivada por intempéries da natureza, em 2011.A falsa imagem de uma cidade pacificada  está sendo desmitificada após as incursões violentas das UPPs nas favelas cariocas e pela reação do narcotráfico no complexo do Alemão e na Rocinha.O Sr.Beltrame,que virou ídolo midiático,também se encontra envolvido nos crimes praticados contra cidadãos inocentes na favela da Maré e no sumiço de um morador da Rocinha,confundido pela PM como foragido da polícia e criminoso.

 Nem me estenderei sobre o genocídio impetrado contra a população pela saúde pública neste estado,nem do déficit abissal de moradias e nem  da situação de abandono da educação pública.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço