Portal Luis Nassif

Asa partida (Raimundo Fagner) # Raimundo Fagner

Aos que vivem no piloto automático, enquanto a vida passa, o tempo voa, mas as asas, não.

Asa de Akhmátova

Anna Akhmátova - Augusto de Campos

 

Eu vivo como um cuco no relógio.

Não invejo os pássaros livres.

Se me dão corda, canto.

 

Só aos inimigos

Se deseja

Tanto.

Asa das horas (Salatiel Ribeiro – Ivan Monteiro) # Sandra Ribeiro e Engenho D’Alma

ASAS E AZARES

Paulo Leminski

 

Voar com asa ferida?

Abram alas quando eu falo.

Que mais foi que fiz na vida?

Fiz, pequeno, quando o tempo

estava todo do meu lado

e o que se chama passado,

passatempo, pesadelo,

só me existia nos livros.

Fiz, depois, dono de mim,

quando tive que escolher

entre um abismo, o começo,

e essa história sem fim.

Asa ferida, asa ferida,

meu espaço, meu herói.

A asa arde. Voar, isso não dói.

Canto em qualquer canto (Itamar Assumpção – Ná Ozzetti) # Mônica Salmaso

Canto em qualquer canto (Itamar Assumpção – Ná Ozzetti) # Ná Ozzetti

Música:

Voadeira # Mônica Salmaso

 

Estopim # Ná Ozzetti

Exibições: 261

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2018   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço