A integração Escola X Arte, neste caso específico – a MÚSICA – prova a importância da Arte para a Escola e vice-versa. Quando ambas as vertentes assimilam e engendram, na prática, ações concretas, todos ganham.

 

Os alunos do Colégio Estadual Barão de Palmeiras, em Paraíba do Sul, viveram um sonho: receberam uma aula de samba de um mestre da música popular, Martinho da Vila. Os estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental conheceram a obra do cantor e compositor da Vila Isabel através do Programa MPB nas Escolas, parceria da Secretaria de Estado de Educação com o Instituto Cravo Albim. A ideia da professora Sandra Rocha, de Artes, era complementar o trabalho com uma entrevista do Martinho, que para a alegria dos jovens fãs, topou realizá-la pessoalmente.

 

A emoção dos alunos começou antes do cantor chegar. O encontro, por sugestão do Martinho da Vila, foi na sede do Instituto Cravo Albim, na Urca. O casarão, que fica na beira do morro do Pão de Açúcar, tem uma vista de cartão postal da cidade. Além da paisagem, a exposição "Vozes de Nelson Cavaquinho" maravilhou os estudantes, que tiraram muitas fotos.

 

Para a maioria, como a aluna Nilma Siqueira, de 16 anos, era a primeira vez no Rio de Janeiro.

- Fizemos uma viagem de três horas para chegar aqui. Estou achando tudo lindo.

 

De acordo com a professora idealizadora do encontro, Sandra Rocha, os alunos escolhidos para o passeio foram os que tiveram melhor desempenho na produção dos trabalhos e envolvimento nas atividades realizadas para o projeto MPB nas Escolas.

- Foi um incentivo para os que mais se destacaram. Tivemos apresentações de música, dança e confecção de figurinos. Desenvolvemos um trabalho interdisciplinar com Língua Portuguesa e Educação Física, explica.

 

Martinho da Vila chegou em seguida, e cativou os alunos com sua voz calma e o jeito que ele mesmo classifica como "devagar, devagarinho". Respondeu com paciência as perguntas dos alunos, a maior parte sobre sua vocação artística e carreira musical.

- O samba é muito agregador. Não tem preconceito. Tanto que a escola recebe pessoas de todas as classes e cores.

 

Assumindo seu lado educador, o cantor e compositor contou aos alunos que tem um projeto de escrever um livro contando a história do samba para crianças.

- O samba para mim é o símbolo do Brasil, afirmou.

 

Ao final do bate-papo descontraído com os alunos, Martinho ouviu os adolescentes cantarem dois de seus maiores sucessos, "Devagar Devagarinho" e "Mulheres", acompanhando com palmas.

 

O pandeirista do grupo, Álvaro Henrique, de 18 anos, que também pretende ser músico, achou Martinho "gente boa".

 



Laura Macedo com informações do ICCA (Instituto Cultural Cravo Albim) e do Globo Online.

Exibições: 45

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço