Entre os dias 10 e 12 de junho de 2011 o Auditório do Ibirapuera, em Sampa, será palco de grandes shows de jazz, ocasião em que receberá os maiores nomes do jazz internacional e as últimas revelações do gênero.

 

Ao todo serão dez atrações de diferentes gerações e estilos do jazz. O BMW Jazz Festival, inicialmente anunciado apenas para SP, terá também uma edição em formato especial no Rio nos dias 13 e 14 de junho.

 

Confiram as atrações:

 

Billy Harper Quintet / Renaud Garcia Fons / Funk off Brass Band / Sharon Jons & The Dap-Kings / Joshua Redman / Marcus Miller – Tutu Revisted / Zion Harmonizers / Tord Gustavsen Trio / Wayne Shorter.

 

 

O Brasil será representado pela Letieres & Orkestra Rumpilezz, banda que, sob a batuta do saxofonista Letieres Leite, que mistura jazz aos ritmos africanos. (Em agosto de 2010 publicamos aqui no Portal:  “Orkestra Rumpilezz: Prazer em Conhecer").

 

 

A foto acima é do saxofonista norte-americano Wayne Shorter que tocou na banda de Miles Davis e já recebeu 13 estatuetas do prêmio Grammy.

 

Durante a década de 70 se aproximou do Brasil com o álbum “Native Dancer”, gravado em 1974 e lançado em 1975, em parceria com o brasileiro Milton Nascimento, que na época colhia os frutos de discos marcantes com “Milagre dos Peixes” e “Clube da Esquina”.

 

 

O trabalho é um clássico e tem um repertório dividido com temas de Milton e Shorter – do brasileiro, estão lá pérolas como as canções “Ponta de Areia”, “Tarde” e “Lília”; já do americano estão as músicas “Beauty and the Beast”, “Diana” e ”Ana Maria”.

 

O disco conta com a participação de Herbie Hancock no piano e na composição de “Joanna’s Theme”. Entre os músicos que embalam o encontro vale destacar também Airto Moreira, Robertinho Silva e Wagner Tiso, brasileiros que eram irmãos musicais de Milton.

 



O disco “Native Dancer” surpreendeu o mundo do jazz na época – e também o da música brasileira, aproximando a música de Milton, sempre riquíssima e complexa, do jazz. E esta fusão definiu alguns caminhos do que foi convencionado por alguns como “world fusion”.

 

Mesmo que o jazz já tivesse sido apresentado à música brasileira com a bossa nova e as canções de Sergio Mendes anos antes, aqui a coisa era de outra forma, era diferente.

 

Milton Nascimento batizou um teatro em sua casa com o nome do amigo Wayne Shorter.

 

A dupla Wayne Shorter e Milton Nascimento tocaram juntos em 1990. Confiram as interpretações de "Lilia" e "Milagre dos peixes".

 

 

 

 

 

 

 

 Maiores informações sobre o BMW Jazz Festival, AQUI.

 

 

 

Exibições: 60

Comentário de Laura Macedo em 21 maio 2011 às 21:06

Valquíria,

O embrião deste post foi o último número da revista CULT (ganho todo mês do maridão) que trouxe, na coluna "Cultura em Movimento", uma pequena nota sobre o BMW Jazz Festival. Fiquei interessada e fui pesquisar mais na internet. Aí foi que descobri a relação do Milton Nascimento com um dos convidados do Festival, o saxofonista Wayne Shorter.

Achei fantástico eles terem gravado um disco juntos na década de 1970.

Valeu, Valquíria!

Beijos.

 

Comentário de Laura Macedo em 22 maio 2011 às 15:22

Vaquíria,

Os "Dossiês" da CULT são excelentes. Pretendo encaderná-los objetivando de facilitar as consultas.

Beijos.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço