Oficialmente Portugal descobriu o Brasil no ano de 1500 da era cristã, porém, somente agora, durante a segunda Copa do Mundo, o País está sendo descoberto pelos brasileiros e pelo próprio mundo.

 

Isso é fato, até porque a mídia brasileira não contribui com a divulgação das belezas e riquezas que o Brasil possui e prefere mostrar desgraças, que são muitas e para todos os gostos, num país continental.

 

O Brasil é tão grande e tem tanto potencial para realizar eventos mundiais, que precisa sediar uma terceira Copa, para mostrar o que não teve tempo e nem espaço na atual, que se limita a insignificantes 30 dias de festa.

 

Não tivemos tempo de mostrar as belezas do estado de Santa Catarina, que tem um litoral dos mais belos do País, assim como o Espírito Santo, praticamente desconhecido dos brasileiros, que não incluem aquela maravilha em seus roteiros turísticos.

 

A Paraíba, mostrada como uma ilha de miséria, é outro endereço a ser incluído na agenda do nosso turista, pelas suas lindas praias, uma capital moderna e belíssima, para os padrões nacionais, e um interior privilegiado com uma cidade de 400.000 habitantes, que realiza anualmente um São João do “comprimento” da Copa do Mundo e os visitantes ainda acham pouco. Campina Grande é grande até no nome e um orgulho para os nordestinos.

 

O maranhão e seus lençóis, próximos ao Delta do Parnaíba, outra maravilha, é também um lugar a ser visitado, com direito a “volte sempre”, de tão agradável que é, até pela gastronomia de primeira qualidade e a baixos preços.

 

Goiás tem turismo religioso e cidades como Caldas Novas, com seus balneários de águas quentes saindo do chão e aquela maravilha que se chama “Rio Quente Resorts”, que tem clientela cativa, gente que visita até duas vezes por ano.

 

Belém até hoje não se conforma com a Copa em Manaus, queria também fazer parte da festa e ficou de fora, seria outra sede garantida em uma próxima competição, para mostrar sua cara aos brasileiros e ao mundo inteiro.

 

Maceió é um paraíso de céu azul e praias de águas claras e tonalidades incríveis, como é o caso de Maragogi, falésias de tirar o fôlego e passeios agradabilíssimos. O estado de Alagoas Precisa ser mostrado na base do mutirão, que só uma Copa propicia a todos que são chegados numa vida mansa de verdade.

 

Enfim, mais uma Copa seria outra oportunidade de o País se conhecer e se mostrar ao mundo, sem direito a repeteco, que ficaria apenas por conta de uma abertura em São Paulo e um encerramento no Rio de Janeiro e, para fechar o firo, mais algumas capitais escolhidas a dedo dentre as que tiveram o privilegio de fazer parte da Copa 2014.

 

O Brasil mostra ao Brasil o tamanho do equívoco que é considerá-lo “pequeno”.

Exibições: 66

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço