Portal Luis Nassif

Brasil e Alemanha assinam termo para pesquisas aplicadas à atividade industrial

LILIAN MILENA
Da Redação - ADV


O Istituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e organizações científicas alemãs assinaram dois memorandos de entendimento para cooperação entre pesquisadores do Brasil e da Alemanha.

O encontro para a formalização do acordo acorreu em São Paulo e contou com a presença a ministra alemã da Educação e Pesquisa, Annette Schavan, e do secretário-adjunto do Desenvolvimento do estado, Luciano de Almeida.

A primeiro acordo, assinado entre o presidente do IPT, João Fernando Gomes de Oliveira, e o presidente do instituto Fraunhofer Gasellschafr (FhG), Hans-Jörg Bullinger, visa implementar a troca de conhecimento entre as duas instituições nas áreas de materiais para ferrovia de alta velocidade, bionanotecnologia, realidade virtual, gaseificação e energia solar - a entidade alemã é uma comunidade formada por 13 mil cientistas e engenheiros fixados em várias regiões do mundo.

As instituições Fraunhofer e IPT já realizam ações conjuntas há alguns anos, e para Bullinger, a assinatura do memorando representa apenas a oficialização da troca de conhecimentos.

“Nós temos a plena convicção de que a partir de hoje poderá haver resultados mais concretos no sentido da transferência de pesquisa pura para a industria tanto do lado brasileiro, quanto do lado alemão”, declarou.

O presidente do IPT, João Fernando Gomes de Oliveira, afirmou que a união com o grupo está dentro do processo de modernização da instituição brasileira. “Acordos internacionais, especialmente o que estamos fazendo com a Alemanha, são vitais para o IPT se modernizar e fortalecer a pesquisa de fronteira com a aplicação de tecnologia”, disse.

A pesquisa de fronteira é aquela mais próxima de inovações aplicáveis na produção industrial e, segundo Oliveira, é onde existem mais empresas interessadas em investir em estudos. “O [Instituto] Fraunhofer tem especialidade em estabelecer o contato entre grupos de pesquisa e clientes dispostos a pagar pelas pesquisas”, completou.

O segundo acordo foi firmado entre o IPT e o instituto Bundesanstalt Für Materialforschung und Prüfung (BAM), tendo como objetivo colocar em prática a troca de informações em biodeterioração de madeira, instrumentação de estruturas, resíduos de construção civil e embalagens de produtos perigosos.

Durante seu pronunciamento, a ministra da educação da Alemanha, Annette Schavan, destacou que a parceria com o Brasil atinge principalmente a área de desenvolvimento tecnológico contribuindo para a ampliação do serviço alemão de intercambio acadêmico de estudantes e cientistas.

“Durante a visita da primeira-ministra Angela Merkel ao Brasil, no ano passado, os dois países conversaram sobre vontade mutua de estabelecer estratégias para o reforço na área de ciência e tecnologia, e de parcerias estratégicas na área de ciências e tecnologia. Assim sendo, o acordo assinado hoje faz parte dessa vontade”, disse.

O presidente do IPT completou que a assinatura de um convênio junto a uma organização como a Fraunhofer, é de grande importância para o país porque beneficiará todas as áreas de atuação do instituto brasileiro.

Os termos de cooperação fixados entre as organizações têm vigência de cinco anos. A parceria deverá favorecer pesquisas aplicadas à atividade industrial que beneficie sobretudo o mercado de energia, as áreas microfluídicas e de bionanotecnologia.

Números

Em 2007 o IPT recebeu R$ 5 milhões das agências nacionais de fomento. Já em 2008, a instituição foi beneficiada com outros R$ 25 milhões vindos do governo do estado de São Paulo no âmbito do projeto de modernização – somado aos R$ 5 milhões estabelecidos pelo governo federal, foram investidos um total de R$ 30 milhões no ano passado.

Para 2009, o presidente do IPT aguarda um investimento de quase R$ 100 milhões – R$ 57 milhões do governo do estado, R$ 27 milhões do BNDES, e de R$ 8 a R$ 12 milhões vindos da Petrobras e de outras agências de fomento.

Exibições: 31

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2018   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço