Era uma vez.....

Um aposentado recebeu o comunicado: (rimou)

"INSS avisa: tu precisa ir ao Banco provar que está vivo, caso contrário tá morto"

Não vai receber os proventos, só vai ver ventos. (isso velho tem sobrando)

O aposentado, inocente, pergunta ao INSS, - Pessoal tenho uma sugestão, posso enviar um selfie ?

Respondem:

- Tá maluco!!! selfie ? isso não é prova de vida. Tem que comparecer no Banco!!!

- Pô! eu mesmo tiro minha foto. É verdadeira, tá todo mundo nessa onda.

- Não queremos saber, vai que vc tá morto e tira um selfie. Seu velho selfiado, quer receber aposentadoria ? tu tem que provar que tá vivo.

E la foi o velho para o Banco, revoltado...danado de raiva.

No que entra no Banco, uma jovem, com colete "posso ajudar" chega e pergunta:

- Posso ajudar?

Acho que pensa que velho não sabe ler.

Com a voz energizada de raiva diz:

- Eu vim provar que estou vivo!!!! O INSS não aceitou o meu selfie.

A jovem, tentando ser simpática, com sorriso satânico diz:

- O senhor não precisa se irritar, vai ser rápido. É só ir no caixa. Aquele lá no canto, o caixa preferencial.

O velho desconfiado, pelo sorriso maroto, seguiu a orientação. Afinal lá no colete estava escrito, bem grande, "POSSO AJUDAR?"

Andou uns 30 metros e pensou, pô!!! caixa preferencial poderia ser o primeiro, mas colocaram aqui no canto..."o último"; malditos canalhas.

Chegou e já tinha um idoso. Pela cara parecia revoltado.

Achou que era por causa do calor, ou seria pela falta d´agua ?.

Olhou a fila do "não preferencial" e tinha umas 15 pessoas. Pensou: ainda bem que sou idoso, só tem uma pessoa na minha frente.

Passaram-se 10 minutos e nada de chamar o preferencial, mas a fila do "não" andando. Agora, de 15, restavam 10. (ele marcou o último quando sentou. Era um jovem de camisa vermelha, calça branca, chinelo verde, cinto rosa choque, cabelo porco-espinho e óculos com lentes espelhadas. Não tinha como esquecer)

Passaram-se mais 5 minutos e o idoso da frente foi chamado. Êbaaaaa...agora vai. Mais uns minutinhos e provo que estou vivo. Olhou novamente a fila do "não" e a figuraça já era o quinto.

Hummmm....aquele sorriso satânico da "posso ajudar" estava de sacanagem. Não, não poder ser, ela não faria isso com um idoso.

Olhou a fila do "não". A figuraça na ponta. Já? Sacanagem...não acredito. Deus!!! Estou no preferêncial !!! Não posso acreditar.

A pressão subiu, e subiu rápido. A figuraça foi chamada, e ele......nada!!!

Mais 5 minutos e nada. A fila do "não" andava, andava...andava.....

Scheisseeeee....aquela estúpida do "posso ajudar" me sacaneou, só pode!!! Cadê a safada? Sumiu. Claro, deve estar me observando, escondida em algum canto, morrendo de rir.

A pressão subiu mais, um aperto na garganta, uma dor no braço, falta de ar...já era. As pessoas correram para acudir. - Senhor, o senhor está bem? Quer um copo d´agua? O que está sentindo?

- Eu vim ao Banco para provar ao INSS que estou vivo, mas.......

Moral da historia - fazem leis, mas não respeitam. Colocam o atendimento preferencial apenas para cumprir a legislação. O usuário "preferencial" não passa de um otário.

Exibições: 108

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço