Campanha do senador cassado Expedito Júnior (PSDB) para governador de Rondônia é bofetada na cara de quem exigiu Ficha Limpa

noticiaRo.com

A única coisa que o senador cassado por compra de votos, Expedito Júnior (PSDB), fez de fato no Senado foi cobrir de sangue Porto Velho com mais de cem mortos e mutilados, sem braços ou pernas, desde que aprovou a eleitoreira e criminosa Lei do Mototáxi.

A Lei do Mototáxi é um crime sobre o qual é preciso escrever como a palavra “mototaxista” foi introduzida Lei do Motoboy – que tem regras para a segurança do condutor e da carga, e no caso do mototáxi não há uma única palavra sobre a segurança do passageiro.

De resto, Expedito Júnior notabilizou-se por assumir, como suas, iniciativas de outros parlamentares, como a PEC da Transposição, da senadora Fátima Cleide (PT) e aparecer na mídia como seu autor. Foi dessa forma que o político ganhou notoriedade, completadas por ações populistas em Rondônia.

Cassado no ano passado por corrupção eleitoral – compra de votos – Expedito acredita que o estado de inelegibilidade a quem comete esse crime não o atinge, porque foi condenado a 3 anos de inelegibilidade em primeira instância, em 2006, pela lei que cassou seu mandato, e que a punição foi considerada prescrita (por equívoco) pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Pode se argumentar que ao ter o mandato cassado, e se manter no cargo mediante recursos, manteve também sua condição de elegibilidade, pois votava e era votado no Senado. E senadores são, essencialmente, os mais importantes eleitores pois votam como cidadãos e em nome dos cidadãos que os elegeram. Se raciocinarmos dessa forma, entenderemos que Expedito só se tornou inelegível quando o Senado o afastou de vez

Assim, a contagem dos 3 primeiros anos da inelegibilidade pela primeira lei, começa a contar a partir de 2009. Com a promulgação da Lei da Ficha Limpa, Expedito é condenado a mais 8 anos de inelegibilidade. Não se trata de um mesmo castigo, ou ampliação da punição anterior. É uma nova pena.

Portanto, ao invés de ao menos recolher-se ao silêncio dos que tem contas a pagar a sociedade, torna-se indecente as articulações políticas, suas consultas de intenção de votos, como candidato a governador de Rondônia em 2010.

Ele está articulando uma “frente suprapartdiária” formada pelo DEM, PHS, PMN, PR, PRB.PSB, PSC, PTC, PI e o PSDB, que poderão implodir após o indeferimento da candidatura. Eles marcaram uma convenção conjunta para o dia 30, quarta-feira, no ginásio do SESI, aqui

O candidato a presidente da República, pelo PSDB, José Serra, cancelou um encontro com o partido em Porto Velho, quando soube que o candidato antecipado é o indecente Expedito Júnior. Não quis correr o risco de aparecer em fotos ao lado de um ficha suja.

Eleitores por nós ouvidos sentem-se insultados pelo arrogante despudor do político criminoso e condenado. “É uma bofetada na cara de quem defendeu, assinou abaixo-assinado, apoiou, acreditou na Lei da Ficha Limpa” – disse Luís Alberto Machado, um engenheiro do bairro São João Bosco, de Porto Velho.

“Um comprador de votos sempre é líder em pesquisas de opinião porque são pesquisas encomendadas” – disse.

“Quem compra votos não pode falar em falta de políticas e ações para a saúde, segurança e educação do povo, por que vai governar preocupado unicamente em recuperar o dinheiro que gastou comprando votos” continuou Luís Alberto.

Expedito Júnior torna-se uma figura especialmente repulsiva, segundo Luís Alberto Machado e outros moradores de Porto Velho quando fala sobre o projeto Ficha Limpa: “É a melhor coisa que já aconteceu na seara política.”

Cínico, Expedito Júnior repete essa frase ao jornalista Leo Ladeia, de Porto Velho, acrescentando: “Quanto a mim nada tenho a temer.”

Para ler mais sobre o ficha suja cassado senador Expedito Júnior, que quer ser governador, acesse www.noticiaRo.com e digite a palavra Expedito na barra de busca de matérias anteriores.

Exibições: 172

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço