CARRO PIPA É MAIS UM “BODE EXPIATÓRIO” NO BRASIL

Na verdade o carro pipa é um escândalo, de norte a sul do nosso País, incluindo a região por onde transita diariamente, matando a sede de quem precisa em troca do voto, o que não deixa de ser uma verdade.

A saúde, o emprego, o fornecedor, o construtor, a delegacia de polícia, a mídia, a estrada, o açude, a cisterna, a semente, a escola e o "carro pipa" são administrados por quem tem o poder nas mãos e, onde predomina uma democracia, essas mãos são as dos políticos, nomeados pelo povo em troca de um pouco de tudo isso aí. É assim que funciona.

Agora, preciso que alguém me diga qual o tipo de benefício em favor do pobre no Brasil que a população que não usufrui do mesmo aprova? O indivíduo pode estar ali no limite sabendo que amanhã necessitará daquela ajuda, que pejorativamente denominam de esmola, mas hoje ainda é contra.

A pessoa procura o médico quando está doente, porém sabe que o mesmo é pago pelo prefeito, quando não é o próprio, e essa vem sendo a prática política ao longo da nossa história, basta verificar a quantidade de médicos que usaram a profissão para assumir um cargo político, de prefeito para cima. Por outro lado, em minhas andanças pelo interior nordestino, não conheci um único dono de carro pipa que tenha passado de vereador.

Então o indignado, da varanda do AP no vigésimo andar, enche o peito e diz: - O carro pipa é uma humilhação para o sertanejo. Na realidade, humilhação mesmo era uma mãe de família botar a lata d’água na cabeça, na base do equilíbrio, puxando as crianças pelas mãos e andar quilômetros para suprir dez por cento da demanda familiar pelo precioso líquido, ainda que barrento e poluído.

O carro pipa é um serviço emergencial eficiente, em um país onde a cada dia aumentam as restrições de ordem ambientais para construção de mananciais. Cada sítio tem uma cisterna, concedida politicamente na maioria das vezes, que recebe uma pipa de água e vai sendo consumida inclusive por algum vizinho que ainda não disponha da sua.

Já na zona urbana, de vilarejos a pequenas cidades sem abastecimento, é impossível uma pipa para cada habitante diariamente e, assim, forma-se aquela fila de pessoas com baldes, que a TV mostra e faz pura politicagem em cima daquele fato, tão comum quanto à certeza de que em pouco tempo o carro pipa chegará. E será uma festa só.

O carro pipa é uma vergonha, porque o correto seria que a população brasileira fosse constituída somente de “gente fina”, a exemplo da Suíça. Acontece que não é como pretendem algumas pessoas que, ou nunca conviveram com a miséria por perto, ou esqueceram completamente um passado do qual não sentem saudades e se dão ao luxo de exigir que o imposto sobre a renda que auferem não seja utilizado em favor dos mais necessitados.

De todos aqueles instrumentos de politicagem citados acima, o único não permanente é o carro pipa que, por ser bom de IBOPE, foi eleito como “bode”.

Exibições: 111

Comentário de Amarílio Dantas em 7 dezembro 2013 às 12:50

Interessante é como o Sertanejo e descriminado, conheço gente que é contra a transposição do São Francisco, é contra a presença do Carro Pipa, contra a construção de novas barragens e descrimina o sertanejo quando sai de sua terra e vem para os grandes centros, o que será que eles querem, que nós sertanejos sejamos exterminados? Acho que é isso mesmo, exterminar, hoje nem para votar nós servimos mais, hoje votamos maciçamente nos candidatos da esquerda hora representados pelo PT.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço