Definitivamente, o Judiciário resolveu substituir a vontade do povo, que a Constituição diz ser soberana no exercício do voto (art. 14). Basta ver a enxurrada de cassações de prefeitos eleitos em 2012, como é o caso da minha Capivari, que por decisão da justiça não tomarão posse em 1º de janeiro de 2013. 


Só na primeira página do portal do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo pode-se ver a notícia de que não serão empossados os prefeitos eleitos de Boa Esperança do Sul, Viradouro, Euclides da Cunha, Paulínia, Álvares Machado, Itápolis e Macedônia. Veja:http://www.tre-sp.jus.br/

Na página inicial do TSE, em destaque, há três outros casos: Viradouro (SC), Eugênio de Castro (RS) e São José do Rio Pardo (SP). Só no Rio Grande do Sul, já estão agendadas três eleições suplementares para 3 de março (Eugênio de Castro, Erechim e Novo Hamburgo) Veja: http://www.tse.jus.br/@@paginainicial

Os motivos variam de compra de votos a abuso do poder econômico ou dos meios de comunicação social.

Se essa judicialização da vida democrática brasileira é boa ou ruim, só o tempo dirá. Há muito a ser repensado em relação ao desenho constitucional do nossos sistema democrático, em especial ao papel que cabe ao Poder Judiciário.

Exibições: 66

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço