Arlindo Marques Júnior


* 1/8/1913 - Rio de Janeiro (RJ)
+ 4/6/1968 - Rio de Janeiro (RJ)

 

 

Jornalista / Revistógrafo / Compositor

 

 

Como jornalista, atuou em vários jornais da imprensa carioca, entre eles, Última Hora”, “Radical” e “A Gazeta”. Como revistógrafo escreveu várias “revistas” para Walter Pinto, Alda Garrilho e Dercy Gonçalves. Como compositor deixou sua marca na MPB compondo em parceria com grandes nomes como Alberto Ribeiro, Marino Pinto, Gadé, Antônio Almeida, Alcyr Pires Vermelho, Jorge Faraj, Ismael Silva, Wilson Batista e Roberto Roberti - seu parceiro mais constante. Os dois formaram uma das mais famosas parcerias de sambas e marchas carnavalescas.

 

 

 


 

Arlindo Marques Júnior e Roberto Roberti

 

 

 

 

Abre a janela” (Arlindo Marques Júnior/Roberto Roberti) # Orlando Silva. Disco Victor (34279B), 1937.

 

 

 

 

 

 

 

 

Nós os carecas” (Arlindo Marques Júnior/Roberto Roberti) # Anjos do Inferno. Disco Columbia (55.314-A) / Matriz (485). Gravação (10/12/1941) /Lançamento (janeiro/1942).

 

 

 

 

 

 

 

 

Queixas de colombina” (Arlindo Marques Júnior/Roberto Roberti) # Carmen Miranda. Disco Odeon (11225B), 1935.

 

 

 

 

 

 

 

 

O homem sem mulher não vale nada” # Orlando Silva. Disco Victor (34399A), 1938/1939.

 

 

 

 

 

 

 

 

Um dos seus últimos sucessos veio, em 1953, com “Sistema nervoso”, samba em parceria com Roberto Roberti e Wilson Batista, gravado por Orlando Correia e regravado pela cantora Simone, em 1975. Confira as duas interpretações.

 

 

 

 

Sistema nervoso” (Arlindo Marques/Roberto Roberti/Wilson Batista) # Orlando Correia. Disco Todamérica (5325A), 1953.

 

 

 

 

 

 

 

 

Sistema nervoso” (Arlindo Marques/Roberto Roberti/Wilson Batista) # Simone, 1975.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O jornalista/escritor Ruy Castro, em recente crônica, fez referência a coluna do Ancelmo Gois, no “Globo”: “ficamos sabendo que Zeca Pagodinho descobriu-se parente (primo distante, talvez, ou sobrinho-neto?) de um belo compositor brasileiro, hoje quase esquecido: Arlindo Marques Junior (1913-1968)”.

 

 

 

 

 

 

No Facebook do Zeca Pagodinho encontrei a confirmação (foto acima).

 

 

 

 

Agora que o Zeca Pagodinho, artista de grande prestígio, descobriu o parentesco com Arlindo Marques Júnior vamos torcer para que ele relance suas belas composições colocando-o no lugar de destaque merecido.

 

 

 

 

Abre a janela” (Arlindo Marques/Roberto Roberti) # Zeca Pagodinho.

 

 

 

 

 

 

 

 

************

Fontes:

- Dicionário Cravo Albin da MPB.

- Jornal Folha de São Paulo - Ruy Castro.

- Site IMS (Instituto Moreira Salles).

- Site #Radinha.

- Site YouTube.

- Facebook do Zeca Pagodinho.

 

************

Exibições: 292

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço