Carolina Maria de Jesus

* 14/3/1914 - Sacramento (MG)

+ 13/2/1977 - São Paulo (SP)

Escritora / Compositora

Ainda está em tempo de comemorarmos o Centenário de Carolina Maria de Jesus, oriunda de uma família extremamente pobre que, contrariando todos os indicadores negativos (favelada, semi analfabeta, negra, catadora de lixo, mãe solteira...), tornou-se escritora/compositora.

Na década de 1930, já em São Paulo foi morar na favela do Canindé. Seu sustendo próprio e de seus três filhos foi exercendo a atividade de catadora de papel. No meio do lixo, Carolina, encontrou uma caderneta, onde passou a registrar seu cotidiano de favelada, em forma de diário.

Da esquerda para a direita: Carolina Maria de Jesus, Audálio Dantas (jornalista) e Ruth Souza.

Foi o jornalista e repórter da Folha da Noite Audálio Dantas o descobridor da veia artística de Carolina Maria de Jesus.

Carolina teve suas anotações publicadas, em 1960, no livro "Quarto de Despejo”, que vendeu mais de cem mil exemplares. A obra foi prefaciada pelo escritor italiano Alberto Moravia e traduzida para 29 idiomas. Também foi adaptado para o teatro e cinema.

Em 1961 lançou, pela RCA Victor, o disco – “Quarto de Despejo: Carolina Maria de Jesus cantando suas composições". O disco pode ser ouvido na íntegra aqui.

O pobre e o rico” (Carolina Maria de Jesus) # Carolina Maria de Jesus.

O malandro” (Carolina Maria de Jesus) # Carolina Maria de Jesus.

Vedete de favela” (Carolina Maria de Jesus) # Carolina Maria de Jesus.

Pinguço” (Carolina Maria de Jesus) # Verônica Ferriani.

Em 1963 Carolina publicou, pela Editora Áquila, o livro “Pedaços da Fome”, com apresentação de Eduardo de Oliveira.

 

No ano da sua morte (1977), durante entrevista concedida a jornalistas franceses, Carolina entregaria seus apontamentos biográficos, onde narrava sua infância e adolescência. Em 1982 o material foi publicado postumamente na França e na Espanha, sendo lançado no Brasil em 1986, com o título "Diário de Bitita", pela editora Nova Fronteira.

Carolina Maria de Jesus e Clarice Lispector.

Reportagem sobre a escritora de Sacramento, Carolina Maria de Jesus, realizada pela Rede Integração (Globo), com participação de Audálio Dantas (Jornalista), Vera Eunice (Filha), Marisa (Neta), e Berto Cerchi (Historiador e Escritor), na ocasião do lançamento da re-edição do Livro “Diário de Bitita”, pela Editora Bertolucci.

Hoje é o centenário de nascimento de Carolina Maria de Jesus (TV Brasil).

Carolina Maria de Jesus (1914 - 1977) - Heróis de Todo Mundo # Ruth de Souza.

O Programa “Tirando de Letra”, da UnB TV, entrevista a Profª. Germana Henriques, falando sobre seu o livro: “Carolina Maria de Jesus: O Estranho Diário da Escritora Vira Lata”. A Profª. Germana conta um pouco sobre a trajetória de vida da escritora mineira, pobre e catadora, mas que virou um fenômeno literário no final dos anos 50.

Parte I

Parte II

Parte III

Confesso que foi a partir do disco, citado em parágrafos anteriores, meu interesse em pesquisar mais um pouco acerca da história pessoal e artística de Carolina Maria de Jesus. Apesar do meu mergulho raso apaixonei-me por ela e sua história.

Desejo que a história de vida de Carolina Maria de Jesus não caia no esquecimento e engendre o aparecimento de várias outras “Carolinas” que, certamente, estão esperando uma oportunidade de mostrar suas artes ao país e ao mundo.

************

Fontes:

- Blog Livre Pensadores (aqui).

- Fotos internet.

- Site do IMS (Instituto Moreira Salles -aqui)

- Site YouTube (Vídeos).

************

Exibições: 1998

Comentário de Laura Macedo em 3 abril 2014 às 20:47

Estava aguardando a liberação do vídeo "CAROLINA É 100", pelo IMS (Instituto Moreira Salles), fato ocorrido hoje.

O IMS disponibiliza o debate ocorrido durante o evento “Carolina é 100″ na íntegra:

Confiram também:

Quarto de despejo: “flor incrível e pura” – Elvia Bezerra escreve sobre Carolina de Jesus e apresenta uma galeria de capas de edições internacionais de seu livro mais conhecido.

Quarto de despejo: a peça – uma galeria de fotografias relativas à primeira montagem da adaptação teatral de “Quarto de despejo”.

Agradecemos ao IMS todas as homenagens prestadas a escritora Carolina Maria de Jesus.

Comentário de Laura Macedo em 17 julho 2014 às 21:34

Atualização, em 17/07/2014.

Carolina Maria de Jesus foi tema e protagonista de um documentário de 16 minutos realizado na Alemanha em 1971, mas impedido pelo regime militar de passar no Brasil por mostrar a miséria da favela do Canindé, onde morava a escritora. O IMS, que localizou e restaurou o filme, apresenta trechos e um depoimento de dois participantes: o fotógrafo Ricardo Stein e o roteirista e produtor Otto Engel. (Blog do IMS).

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço