- Que hoje, 01 de outubro de 2009, se vivo, Jayme Thomás Florence – o Meira -, completaria 100 anos?


- Que Meira foi solista e acompanhador de primeira linha, compositor de lindas melodias, excelente harmonizador e tocava com desembaraço outros instrumentos?


- Que apesar da intensa atividade de gravação e apresentação, não abria mão do ofício de professor de violão, contribuindo para a formação de centenas de violonistas, entre eles, Baden Powell, Rafhael Rabello e Maurício Carrilho?


- Que aos dezoito anos esse pernambucano de Paudalho, já morando em Recife, integrava o conjunto – “Voz do Sertão” – liderado pelo grande bandolinista Luperce Miranda?


- Que em 1934 teve a felicidade de ver seu choro “Primavera” gravado pelo flautista Benedito Lacerda, e tempos depois esse choro recebe a denominação de “Arranca Toco” e é gravado, até hoje, pela nova geração do choro?

Não sou eu” (Jayme Florence/Augusto Mesquita) # Isaurinha Garcia. Disco RCA Victor (80-0649-B) / Lançamento (junho/1950).

 

- Que em 1937 é chamado a integrar o regional de Benedito Lacerda junto ao cavaquinista Canhoto e o violonista Dino 7 Cordas?


- Que Meira e Dino formaram por 45 anos a dupla mais duradoura da história da música brasileira, desfazendo-se com a morte de Meira em 08/11/1982?


- Que lamentavelmente nunca gravou um disco próprio?


- Que, com o regional de Benedito Lacerda e, posteriormente, com o de Canhoto, participaram de inúmeros discos, acompanhado Carmen Miranda, Joel e Gaúcho, Silvio Caldas, Carlos Galhardo, Manezinho Araújo, Paraguassu, Dalva de Oliveira, Francisco Alves, entre outros grandes nomes?

Regional de Canhoto: Gilson, Canhoto e Altamiro Carrilho (de pé); Meira, Orlando Silveira e Dino (sentados).



- Que as grades do muro e janelas da sua casa (perto da estação de Mangueira), era em forma de “Clave de Sol”?



- Que suas composições foram gravadas por artistas talentosos, como Elizeth Cardoso, Nana Caymmi, Orlando Silva, Luiz Gonzaga, Elza Soares, Nelson Gonçalves, Isaurinha Garcia, Zezé Gonzaga, Taiguara, Danilo Caymmi, só para citar alguns?

"Aperto de Mão", de Meira, Augusto Mesquita e Horondino Silva (Dino 7 Cordas), na voz de Isaurinha Garcia. Discos RCA VICTOR, 1943.


 



Molambo” (Jayme Florence/Augusto Mesquita) # Rosana Toledo. Álbum: ‘Rosana Toledo - ... e a vida continua’. Ano de 1962.

 

- Que formou um duo com o violonista Dilermando Reis em diversos discos de 78 rpm, entre os anos de 1941 – 1949?


- Que até hoje o professor e violonista Meira faz uma baita falta?


- Que as comemorações do seu centenário de nascimento, aqui no “andar de baixo”, praticamente inexistem, mas em compensação no “andar de cima”, todos os talentosos instrumentistas e cantores (optei não citar nomes) prepararam aquele merecidíssimo show para homenageá-lo, como ele merece?


************
Fontes:

- Violões do Brasil / organização Myriam Tubkin; fotos Angélica Del Nery. - 2ª edição rev. e ampl. - São Paulo: Editora Senac São Paulo: Edições Sesc São Paulo, 2007.

- Uma História da Música Popular Brasileira - das origens à modernidade / Jairo Severiano. - São Paulo: Ed. 34, 2008.

Áudios: Acervo do Instituto Moreira Salles.

************

Exibições: 934

Comentário de Marise em 1 outubro 2009 às 20:53
Laura, é impressionante o que aprendo contigo. Que maravilha.
Beijão
Comentário de Laura Macedo em 2 outubro 2009 às 2:17
Marise,
O que mais me fascina no nosso Portal é a reciprocidade de saberes.
Beijos.
Comentário de Laura Macedo em 2 outubro 2009 às 2:24
Moacir,
Um dos meus objetivos, aqui no Portal, é justamente a preservação da memória musical brasileira. E você chega com todo fôlego somando comigo e com tantos outros colegas na luta por essa preservação.
Vamos em frente. Valeu!!
Beijos.
Comentário de moacir oliveira em 2 outubro 2009 às 11:44
Viva a memória da música brasileira!

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço