Mário Rossi
* 23/5/1911 Petrópolis, RJ
+ 12/10/1981 Rio de Janeiro, RJ


Entre os excelentes artistas brasileiros figura o compositor Mário Rossi, nascido há exatos cem anos, mas infelizmente pouco lembrado diante de tão rica produção.

Teve mais de 160 composições gravadas por artistas como Carlos Galhardo, Nelson Gonçalves, Ângela Maria, Dalva de Oliveira, Vicente Celestino, Jorge Goulart, Orlando Silva, Marlene, Emilinha Borba, Aracy de Almeida e outros, sendo que seu maior intérprete foi o cantor Gilberto Alves.

 

Selecionei duas músicas compostos por Mário Rossi e Roberto Martins na voz de Gilberto Alves

Um sonho para dois” (Mário Rossi/Roberto Martins) # Gilberto Alves. Disco Odeon (11991-B) / Matriz (6613), 1941.

Casadinho com você” (Mário Rossi/Roberto Martins) # Gilberto Alves e Orquestra Odeon. Disco Odeon (12488-A) / Matriz (7617). Gravação (25/7/1944) / Lançamento (setembro/1944).

OBS: Aguardando fonograma e/ou vídeo

 




O maior parceiro de Mário Rossi foi Roberto Martins com quem fez mais de 40 músicas.


Confiram algumas músicas da parceria.

 

 “Bodas de Prata” # Carlos Galhardo. Disco RCA Victor (800.291A) / / Matriz (S-078140), 1945.

 

 

 

 

Renúncia” # Nelson Gonçalves. Disco RCA Victor (34.948B) / Matriz (S-052531), 1942.

 

 

 

 

Resumo da sua trajetória

 


Oriundo de família italiana, nascido em Petrópolis, batalhou desde cedo. Aos 10 anos trabalhava durante o dia e estudava a noite tendo cursado até o terceiro ano ginasial em virtude de constantes mudanças da família. Foi de balconista; contramestre de tecelagem; cabo do exército..., a colaborador de jornais e revistas (inclusive, “O Malho”), poeta e compositor.


O ano de 1936 foi marcante em sua vida: publicou o livro “Poemas para ler e esquecer” e fez sua primeira letra para a valsa “E o destino desfolhou”, de Gastão Lamounier, considerado na época, o Rei da Valsa.

E o destino desfolhou” (Gastão Lamounier/Mário Rossi) # Carlos Galhardo. Disco Odeon (11468-B), 1937.


A mesma valsa em rítmo da Jovem Guarda, com Paulo Sérgio.

 

 

 

 

 

Mário Rossi foi um dos atuantes diretores da SBACEM (Sociedade Brasileira de Autores Compositores e Escritores de Música)

Na SBACEM ( primeira fila da esquerda para a direita): Mário Rossi / Paulo Gracindo / Grande Otelo / Herivelto Martins / Joubert de Carvalho e Ary Barroso. Atrás, entre outros, Pixinguinha e Moreira da Silva.

 

Ainda na SBACEM, Herivelto Martins preside a mesa do Conselho deliberativo. Com ele estão os compositores Joubert de Carvalho, Carvalhinho e Mário Rossi.

 

MAIS MÚSICAS PARA ANIMAR O CENTENÁRIO DE MÁRIO ROSSI, agora com outros parceiros.

 


O maior sucesso do compositor e maestro Fon-Fon (Otaviano Romero Monteiro) recebeu letra de Mário Rossi tornando-se um clássico do choro cantado, gravado por Odete Amaral, em 1944.

 

Murmurado” (Mário Rossi/Fon Fon) # Eliana Pittman. Álbum ‘Eliana Pittman, 1972.

 

Achei interessante o video abaixo com 23 “chorões” juntos, executando “Murmurando”.

 

 

 

 

 

 


Marino Pinto (foto acima), grande parceiro de Mário Rossi, coloca na vitrola o disco e convida você a ouvir uma das suas parcerias.

 

Que será?” (Mário Rossi/Marino Pinto) # Dalva de Oliveira. Disco Odeon (13022-B) / Matriz (8651), 1950.









Dalva de Oliveira interpreta música da parceria Mário Rossi / Paulo Coelho e Pereira Matos. Confira abaixo, clicando no nome da música.

Meu rouxinol” (Mário Rossi/Pereira Matos) # Dalva de Oliveira. Disco Odeon (13350-A) / Matriz (9451), 1952.



O maior legado deixado por Mário Rossi foi sua extensa obra como letrista, composta e gravada por nomes de peso MPB.

Entretanto as fontes de pesquisas, principalmente, sobre sua vida pessoal, são escassas, incluindo, também, fotos. Se ele tem um biógrafo, não consegui localizar.

Tenho uma biblioteca razoável de livros e coleções relacionadas à MPB e o pouco que encontrei foram citações de suas composições. Na internet os dados mais completos são do Dicionário Cravo Albin da MPB, já que os outros sites reproduzem total e/ou parcialmente essa fonte.


Vamos encerrar esta homenagem ao Centenário de Mário Rossi com o grande sucesso – “Beija-me” -, lançado por Ciro Monteiro, em 1943 e regravado até hoje a exemplo de Elza Soares, Fabiana Cozza, Zeca Pagodinho.



Beija-me”(Mário Rossi/Pereira Matos) # Cyro Monteiro. Disco Victor (800070-A) / Matriz (S-052714). Gravação (08/02/1943) / Lançamento (abril/1943).

 

 

 

 

Segundo Zuza Homem de Mello e Jairo Severiano o êxito desta música constituiu-se numa agradável surpresa para seus autores: “Roberto Martins estava repetindo três notas (dó-dó-lá) ao piano, quando, de repente, Mário Rossi começou a fazer o samba, a partir daquela combinação. Então, em seguida, os dois a completaram”.



Beija-me” # Zeca Pagodinho.

 

 

 

 

 

Ouvir as composições de Mário Rossi equivale a descobrir um baú, não com cheiro de mofo, mas com o frescor que suas composições exalam...


************
Fontes:

- A Canção no Tempo - 85 Anos de Músicas Brasileiras, Vol 1: 1901-1957 / Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello. - São Paulo: Ed. 34, 1997.

- Dicionário Houaiss Ilustrado (da) Música Popular Brasileira. Supervisão geral; Ricardo Cravo Albin. - Rio de Laneiro: Paracatu, 2006.

- Uma História da Música Popular Brasileira - Das Origens à Modernidade / Jairo Severiano. - São Paulo: Ed. 34, 2008.

- Sites: “Cifrantiga” / “Dicionário Cravo Albin da MPB” / IMS (Instituto Moreira Salles). 

************

Exibições: 595

Comentário de Laura Macedo em 23 maio 2011 às 22:14

Ivone,

A maioria dos brasileiros sabem, infelizmente, pouco ou nada sobre o compositor Mário Rossi. Daí minha satisfação, no dia do seu Centenário de nascimento, publicar esta homenagem, cujo objetivo maior é, justamente, divulgar sua obra que tanto contribuiu para a nossa MPB.

Grata pelo comentário.

Beijos.

Comentário de Gregório Macedo em 24 maio 2011 às 2:16

Músicas atemporais, como Beija-me, são sempre atuais.

Bela maneira de comemorar os 100 anos desse compositor desconhecido e tão talentoso.

Beijos.

Comentário de Laura Macedo em 24 maio 2011 às 2:38

Gregório,

Para completar a festa do Centenário de Mário Rossi faço um pedido: BEIJA-ME!!!!! :))

Beijos.

 

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço