Chico Adnet - ex-integrante do grupo Céu da Boca, pai do humorista Marcelo, irmão do músico e compositor Mário e das cantoras Muiza e Maúcha -, também pianista e compositor, acaba de lançar (18/05/2011), aos 50 anos, seu primeiro CD solo: "Alma do Brasil", com produção do próprio e de Jaime Alem.


 
Chico Adnet e Jaime Alem

 


Chico Adnet assina todas as melodias e letras das 14 faixas. Apenas duas são em parcerias. Uma com Luiz Fernando Gonçalves – “Um minuto apenas” – e a outra, “Arquiteto”, parceria póstuma com o grande compositor centenário Pedro Caetano (1911-1992).

A história de "Arquiteto" é curiosa. Ele conta que um dia aparece Pedro Caetano - autor de "É com esse que eu vou", "Onde estão os tamborins” e tantas outras pérolas do nosso cancioneiro, que morreu em 1992 e foi parceiro de grandes nomes da MPB - com uma folha e a letra manuscrita, pedindo para Chico musicar.

 

“- Era 1990, acho que foi a última composição dele. Pedro estava com 80 anos, e eu, com 30. Deu-me uma letra romântica, e eu, um jovem querendo mostrar serviço, fiz a música, um tanto estranha, com harmonias às vezes complexas. Mas ele aceitou muito bem”.


 
Para saber mais sobre Pedro Caetano, clique AQUI.

 

Abaixo um vídeo raro do programa “Em Algum Lugar do Passado”, da TVE, em 1992 (ano da morte de Pedro Caetano), onde Chico Adnet interpreta, na presença de Pedro Caetano “Levei um bolo” ( Pedro Caetano / Claudionor Cruz).

 

 

 

 

 

 

 
Capa CD Alma do Brasil - Chico Adnet

 


Alma do Brasil é o título de uma das canções mais
antigas deste CD. São antigas também 'Um Minuto
Apenas' - feita há 24 anos e letrada somente agora -,
'Arquiteto', 'Adeus Brasil', 'Quem Não Quer Ser Feliz?'

Naquela época, hoje eu sei, transformei minha
tristeza em música. Nas mais recentes, transformo
também alegria e paixão em sambas e canções de
amor. Me emocionei profundamente com cada uma
delas. Acho que por isso podem ter valor.

Entrego-as agora, quando me é possível, depois
de tantos anos represadas. Porque não se pode
deter o curso das águas por muito tempo. Chega
o momento, inexorável, em que elas impõem seu
rumo. Assim é a paixão dentro da minha alma
brasileira. Assim é o momento em que se abrem as
comportas no meu peito: transbordo, deito música
por todos os lados. Vou, por fim, desaguar.


FAIXAS

01- Navegante
02- Cabocrinha branca
03- Por que?
04- Alma do Brasil
05- Um minuto apenas
06- Tema de Evita
07- Olha só
08- Quem não quer ser feliz
09- Choro para Luiz Eça
10- Arquiteto
11- Adeus Brasil
12- Jurema
13- De qualquer maneira
14- Última Valsa




O encarte de "Alma do Brasil" foi escrito pelo consagrado crítico musical Tárik de Souza e está excelente. Como é um pouco longo quem estiver interessado na leitura, poderá acessar o site oficial do artista (link nas fontes) 



Bastidores da gravação da faixa 13De qualquer maneira”.

 

 

 

 

 

Fotos do show de lançamento do CD Alma do Brasil, dia 18 de maio de 2011.







 



Chico Adnet, você foi feliz por “linkar” o passado e o presente na sua obra, permitindo-se, como você mesmo disse, desaguar todas as suas emoções contidas neste maravilhoso trabalho que faz um bem danado a “Alma” de todos os amantes da boa música brasileira.



************
Fontes:

-Site Chico Adnet – Alma do Brasil.

- O Globo/Cultura / Edição 15/12/2010

************  

Exibições: 113

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço