Portal Luis Nassif

CHICO BUARQUE/ EDUARDO CAMPOS - ASSUMINDO A PATERNIDADE

 

NOTA:

Agora tá explicado porquê

EDUARDO CAMPOS

é um político finíssimo:

é neto de Miguel Arraes

e filho do grande CHICO.

 

ATE QUE ENFIM !

MUITOS JÁ SABÍAMOS ...

 
CHICO BUARQUE/ EDUARDO  CAMPOS ,

 

ASSUMINDO A PATERNIDADE ...

 


– junho 17, 2011Publicado em:

Gente, Música, Politica


Do Rio de Janeiro, Jarbinhas D’adelaide

– Escândalo no mundo da música e da política.


No começo da tarde de 17 de junho de 2011 veio a público a notícia de que o afamado cantor e compositor Chico Buarque, um dos ícones máximos da cultura brasileira, assumiu a paternidade do atual governador de Pernambuco, Eduardo Campos.
Em entrevista exclusiva, Chico nos falou sobre o acontecimento. “Quando jovem, fiz uma turnê bem extensa pelo Nordeste. Naquela época eu era deveras promíscuo e inconseqüente, assim, acabava dormindo com muitas moças”, revela sem arrependimentos. “Recordo-me de ter sido muito bem recebido no ano de 1964 na cidade do Recife. Fiquei hospedado na casa de um produtores locais. Era no Bairro de Casa Forte, é esse o nome? Os ares da ditadura já começavam a dar as caras, logo, a gente tinha que ficar em posição discreta. Na casa desse produtor habitava uma moça de beleza radiante, era a filha dele! Risos. Nós mantivemos um relacionamento intenso, rápido e oculto. Meses depois recebi uma carta dela dizendo que estava grávida. Eu, cretinamente, ignorei. Há uns anos atrás minha consciência apertou muito (coisas da meia-idade). Fui tomado de curiosidade muito forte em saber quem era o meu filho e, impressionantemente, fui impactado com uma surpreendente descoberta: ele é o Governador de Pernambuco! Que orgulho! Eu já era um admirador das terras pernambucanas, agora me sinto fazendo parte do DNA da Cidade Maurícia”, finalizou Chico.
Antes que ele pedisse o desligamento do nosso gravador, questionamos os motivos de não ter assumido a criança logo na época da notícia. Ele diz: “Quando eu era jovem, o sentimento de eternidade habitava em mim, não via sentido em criar um filho e me sentir com uma responsabilidade tão grande. Espero que ele possa me perdoar”, completou emocionado.

Ligamos para a residência do Governador Eduardo Campos no Recife. Ao nos atender, já tinha tomado conhecimento do fato há aproximadamente 48 horas. Deu-nos poucas palavras e demonstrou pouco conforto em tratar publicamente do caso. “Há anos procurava minha identidade paterna. Minha mãe escondeu durante todos esses anos e agora me sinto aliviado (ainda que triste) em saber quem é o meu progenitor”, afirma o político em tom melancólico. “Saber que sou filho de uma personalidade tão imortal me assusta um pouco. Ao menos a partir de agora, quem sabe, ele não faz mais shows aqui em Recife e com preços mais acessíveis?”, tentou minimizar bem humoradamente Eduardo.

Exibições: 1208

Comentário de MariaDirce Cordeiro em 27 junho 2011 às 16:47
Que bacanaaaaaaaa  adoreiiiiiiiiiii
Comentário de Raul Vinhas Ribeiro em 6 julho 2011 às 18:25

Mãe de Eduardo Campos denuncia site que disse que Chico Buarque ser...

por Jair Stangler

20.junho.2011 19:54:51

A A Print E-mail

Angela Lacerda, do Estado de S.Paulo

 RECIFE – A deputada federal Ana Arraes (PSB), mãe do governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), protocolou na segunda-feira, 20, queixa crime na Secretaria estadual de Defesa Social contra um site que divulgou, no fim de semana, notícia “apócrifa, inverídica e caluniosa” afirmando que o compositor Chico Buarque havia assumido a paternidade do governador.

Publicada no site “Diario Pernambucano”, que se afirma “um site de notícas fake (falsas)”, a notícia foi replicada nas redes sociais Facebook e Twitter, espalhando-se rapidamente e provocando reações. Muita gente acreditou no boato – antigo em Pernambuco.

A deputada também pediu ao Google a retirada de páginas contendo a notícia inverídica – no que foi atendida – e divulgou, através do Facebook, uma nota de repúdio.  “O governador Eduardo Campos é meu filho e do escritor Maximiano Campos, já falecido e de saudosa e respeitável memória”, afirma ela na nota. “Trata-se de matéria inverídica e criminosa, sobre a qual já tomei as providências legais, no sentido de fazer cessar e punir policial e judicialmente tal aberração”.

Ela afirma, na nota, só ter conhecido o compositor carioca na casa do seu pai, o ex-governador Miguel Arraes, em 1986, durante campanha dele ao governo, quando Eduardo tinha 21 anos. Reitera se tratar de “alegações criminosas que já estamos tomando as providências legais cabíveis” e pede para quem leu a matéria que circulou na internet que a tenha como “apócrifa, inverídica e criminosa, que agride a dignidade da família pernambucana”.

No site Diario Pernambucano, a notícia inverídica foi substituída por uma retratação  que inclui a decisão de “excluir notícias que forjam a fala inexistente de pessoas de imagem pública”. “Como no caso mais recente se trata de um ícone da política e não de uma figura pública costumeiramente posta em caricaturas (como no caso de jogadores de futebol ou figuras em evidência nas redes sociais), nos retratamos com humildade e reconhecimento da desmedida cometida por nós”, diz. Por fim, convoca “o direito ao perdão agradecendo a compreensão e a paciência de quem se sentiu ofensido conosco”. 

“Escândalo”

Intitulada “Escândalo no mundo da música e da política”, a notícia falsa era assinada por “Jarbinhas D´adelaide”. O nome fictício une o nome do principal opositor de Eduardo Campos em Pernambuco, o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB), e o heterônimo utilizado por Chico – Julinho da Adelaide – na década de 70, época da ditadura, para driblar a censura às suas músicas.

A notícia dizia que Chico havia assumido a paternidade de Campos em uma entrevista exclusiva, na qual contava ter conhecido Ana em 1964, no Recife, durante uma extensa turnê no Nordeste, e com ela teria mantido um “relacionamento intenso, rápido e oculto”.

Meses depois teria recebido uma carta dela falando da gravidez, mas ele, “cretinamente”, ignorou.  Há alguns anos, tomado do desejo de saber quem era o filho, teria ficado impactado com a “surpreendente descoberta: ele é o governador de Pernambuco”.  Depois de vários detalhes, encerra afirmando que o governador Eduardo Campos, que havia acabado de saber sobre a paternidade, reagiu bem-humorado imaginando que a partir de agora, Chico Buarque poderia fazer mais shows no Recife e com “preços mais acessíveis”.

A brincadeira poderá custar caro.  A polícia civil identificou que o site é da cidade sertaneja de Taquaritinga do Norte. Três pessoas foram intimadas a depor.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Novas

Receba notícias por e-mail:

Dinheiro Vivo

Publicidade

© 2014   Criado por Luis Nassif.

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço