"Quando Villa-Lobos recolheu elementos da música popular urbana e do folclore para elaborar suas sofisticadas composições, fundando então uma estética nacional, inspirou-se nas obras de Ernesto Nazareth, João Pernambuco, Chiquinha Gonzaga e Anacleto de Medeiros.

Frequentador de Rodas de Choro na juventude, inclusive na casa do pai de Pixinguinha. Relembrando aquela época afirmou certa vez que 'depois dos concertos, quando a gente pegava um trem, ia para bem longe tomar cachaça e fazer serenata, fazer choro. Nós chegávamos na porta de um fulano que a gente sabia que gostava muito disso, mas antes de entrar tocávamos as improvisações do momento... era uma beleza'".

Fonte: Almanaque do Choro, de André Diniz

Esculturas de Zé Andrade fotografadas por Ilana Bessler na contra-capa do CD VILLA por CHORÕES.

Em depoimento ao Museu da Imagem e do Som, em 1968, Pixinguinha relembrou as festas na casa do pai: "Lá em casa havia festa quase todo dia. Era uma casa grande, com oito quartos, quatro embaixo e quatro em cima. Nela morava o Sinhô, famoso sambista da Lapa... Era conhecida como pensão Vianna... Ele [pai de Pixinguinha] reunia na minha casa grandes figuras, como Irineu de Almeida, Viriato Ferreira, Quincas Laranjeiras, Villa-Lobos, aquela gente".

Villa-Lobos, o maior compositor erudito das Américas, compôs uma série de "Choros", o que deu ao gênero grande prestígio no meio acadêmico.

O CD citado acima eu garanto. Dá gosto de ouvir as composições do nosso maestro executadas por grandes nomes do Choro como: Henrique Cazes, Marcello Gonçalves, Joel Nascimento, Rafhael Rabello,Odair e Sérgio Assad, Paulo Sérgio Santos, Luiz Otávio Braga e Henrique Annes.

"Schottisch-choro" (Villa-Lobos) # Raphael Rabello.

 

 

 

"Melodia Sentimental" (Villa-Lobos / letra Dora Vasconcelos) # Rabo de Lagartixa.

 

 

Exibições: 534

Comentário de luzete em 28 março 2009 às 11:29
Vou deixar de brinde aqui e vou colocar lá na página da beth.

um chorinho. o chorinho. lindo. que hoje eu não quero chorar...

aqui. bem aqui ó
Comentário de luzete em 16 agosto 2011 às 23:23
e o samba barroco, você já ouviu? ele existe!
Comentário de Laura Macedo em 17 agosto 2011 às 0:23

Luzete,

Adorei você marcar presença em 2009 e, agora, em 2011 :))

Beijos.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço