Cid: o redentor do povo cearense na luta contra a fome‏

Caros colegas,

 

Alegaram como um dos motivos para o fim da greve "que estamos pondo em risco a saúde de milhares de 'crianças' que dependem da merenda escolar para sobreviverem".

E o que nós professores temos com isso?

- Somos nós quem prepara e serve a merenda?

- As merendeiras também estão de greve?

- O núcleo gestor também está de greve para organizar as filas na cantina?

- E nos fins de semana? Nos feriadões? Nas férias? Nossas 'crianças' vão morrer de fome com o aval da lei?

- Ah! Mas isso deve ser mesmo um fato! E o atual governo, o herói, o grande redentor, o salvador do Estado, pois instituiu HÁ POUCO MAIS DE UM ANO a merenda estudantil (ops! escolar) para as 'crianças' do Ensino Médio. Até o ano passado, uma enorme parcela de cearenses des- e subnutridos perecia esquálida, caindo aos montes pelos campos, pelas estradas, pelas ruas, só pele e osso, com os olhinhos ressequidos, as boquinhas abertas arquejando, as mãozinhas estendidas implorando por comida... E tudo isso era noticiado como se fosse na Etiópia, na Eritreia, na Somália, mas ERA AQUI!

- Temos de voltar a dar aulas para essas crianças (a maioria já passou dos 16 anos!), se não a situação de calamidade causada pela fome vai voltar, e como vai ficar nossa consciência?

- As crianças podem chegar ao último ano do Ensino Médio sem saber ler, sem saber escrever, sem saber pensar logicamente, sem o mínimo de conhecimento exigido pela sociedade contemporânea - ninguém se importa com isso! - só não podem mais ficar sem a merenda que comem (nem todos!) na escola!

Enfim:

A ESCOLA DEFINITIVAMENTE ASSIMILOU FUNÇÕES QUE OUTRORA COMPETIAM A OUTRAS INSTITUIÇÕES E DEIXOU DE CUMPRIR A SUA: NUTRIR O POVO DE EDUCAÇÃO, CONHECIMENTO, CIDADANIA.

Prof. Jards Nobre, Quixadá (CE)

Exibições: 71

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço