Circunscrição origem da bagunça de Coligações Partidárias

Prezados,

Apresentamos o documento “Circunscrição origem da bagunça de Coligações Partidárias”, https://pt.scribd.com/doc/241876747/Circunscricao-origem-da-bagunca... , onde estamos avaliando, e concluindo, que a balbúrdia existente no Sistema Eleitoral Brasileiro tem origem no distorcido entendeimento do que seja CIRCUNSCRIÇÃO, uma vez que, hoje, toma-se po base a origem do voto, quando na realidade deveria se tomar por base a CIRCUNSCRIÇÃO DE ATUAÇÃO do Candidato se for um Parlamentar Eleito.

Tal, parte da premissa de que a Coligação Majoritária de Presidência da República é a única de Circunscrição Nacional, e por isso, tem na eleição de sua Base Parlamentar, situações DÍSPARES com a Coligação registrada, uma vez que, os Parlamentares que farão parte da base parlamentar podem ter sidos eleitos em situação oposta presumivelmente indicada pela formalização da Coligação.

Quando então, ressaltamos, que a bagunça é tão feia que Coligações Estaduais para Deputado Federal, e Deputado Estadual, se quer respeitam a norma de que só podem fazer parte de Coligações Proporcionais Partidos Membros das Coligações Majoritárias, como é o caso, do PPL na Coligação “Renova RIO” e na Coligação “Para Melhorar tem que Mudar”.

Abraços,

Plinio Marcos

Exibições: 84

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço