Com seu canto vigoroso, rascante, inusitadamente grave e suas cantigas primitivas, impregnadas de negritude, a neta de escravos e pretos forros Clementina de Jesus, a Quelé, é a prova cabal da presença da África na música brasileira. Nas palavras do historiador Ary Vasconcelos, "ela tem para a música popular brasileira uma importância que presume na Antropologia a de um elo perdido".

E é a conjunção dessa presença africana, especialmente na rítmica, com melodia e harmonia de inspiração europeia que constitui o aspecto mais fascinante do samba, nosso mais importante gênero musical. Uma característica, pois, só possível pela presença de figuras como Quelé, Cartola, Pixinguinha, em sua formação.

Em agosto de 1963, Herminio Bello de Carvalho conheceu, ouviu e se encantou com Clementina, tirando-a da função de empregada doméstica para leva-la ao palco, ao disco e à História. 

Exibições: 284

Comentário de Laura Macedo em 7 março 2015 às 22:01

Amigo Jairo,

Parabéns pelo primeiro Post no Portal Luis Nassif. Vamos ficar acompanhando suas produções aqui e no Facebook.

Minha primeira postagem aqui no PLN foi em julho de 2008. Em outubro fiz o post - O Antológico Show Rosa de Ouro. (Clique no nome do post).

Abaixo um vídeo com a nossa querida Quelé interpretando "Yaô", de Pixinguinha e Gastão Viana, no programa Brasil Especial/1976.

Grande abraço.

Comentário de jairo severiano em 8 março 2015 às 13:09

Muito grato pelo comentário, amiga Laura, e parabéns pelo excelente post "O Antológico Show Rosa de Ouro", que acabei de assistir. Prometo caprichar em minhas próximas produções.

Grande abraço

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço